Muita gente deve ter esquecido, mas no dia 29 de fevereiro venceu o prazo estipulado pelo governo federal para que os motociclistas se habilitem para guiar uma cinquentinha.
Sendo assim, que for pego dirigindo um ciclomotor a partir do dia 1º de março será multado em R$ 574,62.
O valor é referente à infração gravíssima, de R$ 191,54, multiplicada três vezes, como previsto no Artigo 162 do CTB para o caso de conduzir veículo automotor sem estar habilitado. A multa, vale ressaltar, ficará no chassi do veículo e terá que ser paga no licenciamento. (A Tarde)


Os passageiros partiram para cima dos bandidos após perceberem que eles apenas fingiam que estavam armados. O assalto foi praticado por Murilo dos Santos Marques, 21 anos, e um segundo homem não identificado. Murilo teria ficado na frente, orientando que os passageiros entregassem todos os pertences, enquanto o comparsa dele ia recolhendo os objetos.

“Só não mataram o bandido porque eu e a cobradora não deixamos”, contou o motorista do ônibus da empresa Dois de Julho, que fazia a linha Terminal da França/Vilas do Atlântico, assaltado por volta das 6h30 desta terça-feira (01), na frente do Shopping Paralela. O motorista, que pediu para não ser identificado, contou ainda que os passageiros chegaram a pegar o extintor do ônibus para bater no bandido, mas foram impedidos pela cobradora.

Desesperados, alguns passageiros que estavam no fundo do ônibus quebraram os vidro traseiros e pularam pelas janelas. Não há informações de passageiros feridos. O bandido que ficou ferido teve o rosto machucado e foi atendido no Centro Médico de Pernambués, após ser apreendidos por equipes da 82ª Companhia Independente da Polícia Militar (Paralela), que estiveram no local.

O motorista, o cobrador e os passageiros do ônibus foram prestar depoimento no Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc). O bandido preso também foi encaminhado para o local, onde permanece detido.

*Com informações de Lara Bastos

Passageiros chegaram a quebrar algumas janelas do ônibus no momento do pânico
(Foto: Reprodução)

Passageiro que ajudou a bater em bandido mostra roupa suja de sangue
(Foto: Reprodução)


Nesta quarta-feira, dia 2 de março, completam-se 20 anos sem os Mamonas Assassinas. Às 21h45 do dia 2 de março de 1996, um acidente de avião na Serra da Cantareira tirou as vidas dos cinco jovens músicos de Guarulhos, Dinho, Bento Hinoto, Júlio Rasec, Samuel Reoli e Sérgio Reoli.

Os donos de “Pelados em Santos” e “Robocop Gay” morreram precocemente, mas deixaram um legado que até hoje é reverenciado pelo público. Composto por letras engraçadas, numa mescla curiosa de rock e brega, o repertório era no mínimo inusitado e estourou nacionalmente nos poucos meses de existência do grupo. Fonte: Bocão News.


A Justiça determinou que a Câmara Municipal de Ubatã, cidade a cerca de 400 quilômetros da capital baiana, realize concurso público para preenchimento dos cargos de provimento efetivo, devendo o certame ser concluído no prazo máximo de seis meses.

Além disso, concluído o concurso, a Câmara deverá promover a rescisão de todos os contratos temporários existentes, sob pena de multa diária no valor de R$ 1 mil reais, multa que também será aplicada para a inobservância à determinação de abertura de concurso público.

De acordo com o promotor de Justiça Thomás Luz Raimundo Brito, autor da ação atendida pela Justiça, a Câmara de Vereadores violava frontalmente o art. 37 da Constituição Federal, segundo o qual a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos.

“Desde 2009, há Lei Municipal que instituiu a organização administrativa do Poder Legislativo Municipal e elencou os cargos de provimento efetivo e os cargos em comissão. Todavia a Câmara de Vereadores de Ubatã mantem-se inerte e reluta em cumprir a Constituição e a lei local, com o nítido propósito de ferir a impessoalidade e permitir a contratação de apadrinhados políticos”, ponderou. Fonte: Bocão News


A força-tarefa da Operação Lava Jato desconfia que o marqueteiro do PT, João Santana, tenha comprado uma casa em Itacaré, Litoral Sul da Bahia, com dinheiro ilícito. De acordo com a coluna Satélite, do jornal Correio, parte do dinheiro depositado pelo marqueteiro no exterior pode ter sido utilizado para adquirir o imóvel.
Ainda conforme a publicação, as suspeitas surgiram a partir de uma transferência de US$ 200 mil feita de uma conta no banco suíço Heritage atribuída à Shellbill, a offshore secreta do marqueteiro e da mulher, Mônica Moura. O destino da remessa foi outra conta no HSBC da Suíça, de propriedade da empresária paulista Silvana Lagnado.
Trata-se da irmã e ex-sócia de Alfio Lagnado, criador da marca de surfe Hang Loose e dono de terrenos e de uma praia particular em Itacaré, protegida sob leis ambientais. Em depoimento à Polícia Federal, Mônica Moura disse que o dinheiro era pagamento por aluguéis de equipamentos e câmeras para uma campanha em Angola.
Silvana Lagnado garantiu que não trabalha no ramo e nem conhece o casal, mas não informou a origem do repasse, datado de agosto de 2011. Os investigadores agora querem saber se há ligação entre a transferência e o imóvel ou se foi mera coincidência.

Fonte: Correio 24hrs


O Monte Azul Paulista, de São Paulo, anunciou nesta terça-feira a contratação do atacante Itacaré, os volantes Ewerton e Neto, o meia Murilo, para tentar reverter a situação bastante delicada do clube no Campeonato Paulista da Série A2, onde amarga a lanterna, com apenas seis pontos em nove jogos.

Os quatro reforços anunciados pela diretoria ainda não estão com as documentações regularizadas e por isso ainda não vão estar à disposição da comissão técnica para a partida desta quarta-feira, contra o Mirassol, às 20h30, no José Maria de Campos Maia, pela décima rodada.

Campeão paulista pelo Ituano em 2014, o volante Ewerton estava no Icasa e foi contratado pelo Monte Azul. Outros dois reforços chegaram para o meio-campo: o volante Neto (ex-Portuguesa-PR) e o meia Murilo (ex-XV de Jaú e Noroeste). Para o ataque, a diretoria acertou com Itacaré, que estava no Resende.

Ainda sem os reforços, o técnico Edson Só tem problemas para a partida diante do Mirassol. Expulso contra a Portuguesa, o zagueiro Vinícius cumpre suspensão automática, assim como o lateral-esquerdo Vavá, que recebeu o terceiro cartão amarelo.

O treinador não revela quais serão os 11 titulares e a definição deve acontecer momentos antes da partida desta quarta. Gaúcho deve ser o novo companheiro de Rodrigo no sistema defensivo, quanto Sidney e Ítalo disputam a vaga deixada por Vavá.

O Monte Azul deve entrar em campo com: Igor; Charles, Rodrigo, Arthur (Léo) e Ítalo; Sidney, Jô, Carlos Henrique e Renato Peixe; Diego Lima e Maranhão. Fonte: Futebol Interior