O show do cantor Igor Kannário na cidade de Ribeira do Pombal, a 300 quilômetros de Salvador, que acontece neste sábado (2) não contará com a presença de crianças e adolescentes, mesmo acompanhados dos pais. A decisão foi tomada pelo juiz Paulo Henrique Santana. Em caso de descumprimento da decisão, o espaço Arena Bella, local da festa, terá que pagar multa “no valor de cinco salários mínimos, por cada criança ou adolescente que esteja ou permaneça no evento, sem prejuízo da responsabilização criminal dos promotores do evento, bem como do Sr. Igor Kannário e demais envolvidos”. Uma força tarefa composta pelas Polícias Civil e Militar, Conselho Tutelar de Ribeira do Pombal com todos os agentes de proteção da Vara, será realizada para restringir entrada dos jovens e possíveis retiradas do espaço. (Metro1)


O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (29), o Projeto de Lei 2833/11, do deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), que criminaliza condutas contra a vida, a saúde ou a integridade de cães e gatos. A matéria, aprovada na forma de uma emenda substitutiva do deputado Lincoln Portela (PR-MG), será votada ainda pelo Senado.

De acordo com o texto, matar cão ou gato terá pena de detenção de 1 a 3 anos. A exceção será para a eutanásia, se o animal estiver em processo de morte agônico e irreversível, contanto que seja realizada de forma controlada e assistida.

Se o crime for cometido para controle populacional ou com a finalidade de controle zoonótico, a pena será de detenção de 1 a 3 anos. Neste último caso, ela será aplicada quando não houver comprovação de enfermidade infecto-contagiosa que não responda a tratamento.

Essas penas serão aumentadas em 1/3 se o crime for cometido com emprego de veneno, fogo, asfixia, espancamento, arrastadura, tortura ou outro meio cruel.

Assistência e abandono

Para o agente público que tenha a função de preservar a vida de animais e não prestar assistência de socorro a cães e gatos em situações de grave e iminente perigo, ou não pedir o socorro da autoridade pública, a pena será de detenção de 1 a 3 anos.

O abandono de cão ou gato provocará a detenção por 3 meses a 1 ano. O abandono é definido pelo projeto como deixar o animal de sua propriedade, posse ou guarda, desamparado e entregue à própria sorte em locais públicos ou propriedades privadas.

Rinha de cães

No caso da rinha de cães, a pena será de reclusão de 3 a 5 anos; e a exposição de cão ou gato a perigo de vida ou a situação contra sua saúde ou integridade física provocará detenção de 3 meses a 1 ano.

Aumento de pena

Todas as penas previstas no projeto serão aumentadas quando, para a execução do crime, se reunirem mais de duas pessoas.

Interesse da sociedade

O autor da proposta disse que o projeto vai ao encontro das expectativas dos eleitores. “Estamos decidindo dentro do que a sociedade nos pede”, disse Tripoli.

“Cada vez cresce a preocupação da sociedade brasileira para corrigir essas práticas de covardia que ainda acontecem”, acrescentou o deputado Daniel Coelho (PSDB-PE). Segundo ele, estatísticas demonstram que quem maltrata animais tende a maltratar mais idosos, crianças e mulheres.

Mesmo com orientação de todos os partidos a favor do texto, houve críticas à medida. O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) pediu mais tempo para analisar o projeto. “O mérito é indiscutível, mas há uma confusão para usar o direito penal para mudar comportamento. Tenho dúvidas se o texto está adequado.”

Já o deputado Valdir Colatto (PMDB-SC) considerou uma “loucura” a Câmara votar a proposta, porque, em sua avaliação, ela pode causar superlotação de presídios. “Seria preciso usar o Maracanã para colocar as pessoas que agem contra cães e gatos.” (Agravo)


A informação foi divulgada nesta sexta-feira (1º) pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), por meio da Resolução nº 001 de 2015. A decisão será publicada no Diário Oficial do Estado na próxima quarta-feira (6). Com o aumento, a tarifa residencial social passará de R$ 9,40 para R$ 10,30; a residência intermediária de R$ 18,40 para R$ 20,20 e a residencial normal de R$ 20,90 para R$ 23. O percentual será aplicado de forma linear sobre a estrutura tarifária vigente e passará a vigorar a partir do dia 6 de junho. De acordo com a Agersa, a correção, prevista em lei, se deu com base na variação da inflação, corrigido pelo IPCA e outros parâmetros, como a elevação dos custos fixos, a exemplo da energia elétrica, um dos principais custos da prestadora. O aumento é válido para os municípios em que a Embasa atua. *Informações do G1.


A foto de uma recém nascida com dois cortes no rosto publicada por uma usuária do Facebook está causando polêmica na internet. A criança, batizada Tatiele Vitória Teixeira Bueno, nasceu no último sábado (25) no Hospital Municipal de Mundo Novo, no interior de Goiás, a cerca de 420 quilômetros de Goiânia, e precisou levar nove pontos no rosto durante um parto de emergência.

O caso ganhou destaque após Marilda Vieira Jânio Nunes, uma amiga da avó da menina, publicar a imagem acompanhada de um desabafo na rede social. A postagem já tem mais de 1,7 mil compartilhamentos.

“Estou aqui indignada, médico corta o rosto da criança durante o parto, uma cesariana, em Mundo Novo, Goiás. O mais incrível no caso é que foram dois cortes de bisturi. Se fosse um pequeno arranhão já era demais, mas dois cortes profundos a ponto de ter que suturar… Aí é demais”, publicou Marilda.

De acordo com o Hospital Municipal de Mundo Novo, a mãe de Tatiele, Heloísa Teixeira Bueno, de 18 anos, teve uma parada cardíaca e o parto, que seria realizado de forma normal no dia 05 de maio, virou uma cesariana de emergência. O médico responsável precisou abrir o útero às pressas para salvar o bebê, que corria risco de morte. Durante o procedimento, o corte feito com o bisturi, devido a urgência, acabou atingindo a criança. A situação foi relatada no prontuário e na sindicância que foi feita no hospital.

A mãe da recém nascida permanece  internada na UTI, sedada e respirando sem a ajuda de aparelhos. O  estado de saúde dela é considerado grave, mas não há previsão de alta.  A criança está na casa da família e passa bem. (Extra)


Um caso chamou a atenção de autoridades de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Um jovem, preso por tráfico de drogas, fez fotos com aparelho celular e postou as imagens em redes sociais para fazer críticas ao sistema prisional. Luis Phelipe Santos Fagundes, de 21 anos, queria mostrar as falhas do sistema de segurança, já que o aparelho foi “pescado” de uma sala que fica ao lado da carceragem. “Não foi nada pessoal contra um policial, o protesto foi contra a falha no sistema”, disse Phelipe ao G1 do Mato Grosso do Sul. De acordo com o delgado Alexandre Amaral Evangelista, o preso utilizou um chinelo, pedaços de tecido e cordões de bermuda para “fisgar” o celular. Evangelista disse que fará mudanças nos procedimentos de prisão. “Que houve falha, houve, se não ele não estaria lá com telefone. Mas não teve colaboração dos investigadores”, afirmou o delegado. O caso do aparelho celular já está sob investigação.


A partir deste mês, os tributos sobre as bebidas frias – refrigerantes, cervejas, energéticos e isotônicos – subirão 10% em média. O Diário Oficial da União publicou nesta quinta-feira (30) decreto que regulamenta o novo modelo de tributação para o setor. De acordo com a Receita Federal, o repasse para os preços finais, no entanto, dependerá de cada fabricante. A lei com as mudanças na incidência e na cobrança de tributos havia sido publicada em janeiro, mas precisava ser regulamentada para entrar em vigor. Cobrado na produção, o IPI corresponderá a 6% para cervejas e a 4% para as demais bebidas frias. Segundo a Agência Brasil, o decreto estabeleceu ainda o conceito de cerveja especial e de chope especial, que pagarão menos IPI e PIS/Cofins. Comerciantes em início de atividade também serão beneficiados com desconto nas alíquotas. De acordo com a Receita Federal, as alíquotas não eram atualizadas há dois anos. O governo espera arrecadar mais com o novo modelo. A expectativa é que a mudança acarrete receitas extras de R$ 868 milhões em 2015, R$ 2,05 bilhões em 2016, R$ 2,31 bilhões em 2017 e R$ 3,26 bilhões em 2018. *Informações do Bahia Notícias.


Com muita irreverência e bom humor, o apresentador Raul Gil recebe o cantor Neto LX em seu programa deste sábado (2). Neto LX, que ficou famoso em todo Brasil com o hit ‘Gordinho Gostoso’ vai falar sobre as novidades da carreira, vida pessoal, além de embalar o auditório e telespectadores com seu arrocha-ostentação. O Programa Raul Gil (SBT) vai ar às 14h15.