Neste domingo, 13 de setembro, o Partido Progressista (PP) e partidos coligados realizaram sua convenção no Colégio Dr Antenor Lemos em Maraú. O ato político oficializou o nome do Manassés e de Neto Madeireira como candidatos a prefeito e vice, respectivamente.
Manassés, Neto Carletto, Neto Madeireira e a prefeita Gracinha Viana.
 
Na presença do deputado estadual Eduardo Salles e de Neto Carletto e da prefeita Gracinha Viana, Manassés e Neto tiveram seus nomes chancelados pelos membros dos partidos coligados para que possam entrar, oficialmente, na corrida eleitoral visando conquistar o comando da Prefeitura de Maraú a partir de janeiro de 2021.
 
Ainda durante a convenção, que foi a segunda a ser realizada na cidade, houve também deliberação sobre propostas de coligações com outras agremiações partidárias, sorteio dos respectivos números para os candidatos a vereador e discussão de outros assuntos de interesse partidário e eleitoral.

A agência do Banco do Brasil de Ubaitaba foi arrombada na madrugada deste sábado (12). Segundo informações de populares, um meliante, até o momento desconhecido, quebrou a vidraça do banco, entrou na agência, revirou algumas gavetas em busca de dinheiro e fugiu levando um monitor de computador e uma CPU. O alarme da agência foi acionado durante a ação criminosa, mas quando a polícia chegou ao local, o bandido já tinha fugido. (Ubaitaba Urgente)


Comprar e comer arroz se tornou uma tarefa bem cara nos últimos tempos. Bem cara mesmo. Hoje, se paga, em média, R$ 25 por um pacote do grão de cinco quilos, sendo que em outros tempos era facilmente encontrado por R$ 15. Há locais em que o pacote é vendido a R$ 43. E se já está difícil agora, pode se preparar: os preços devem continuar altos e até aumentar.

Segundo dados da Esalq, ligada à Universidade de São Paulo, o preço da saca de arroz de 50 quilos teve um aumento de 116% desde o início do ano. No último mês, a alta foi de 42%. Ou seja, os produtores estão sorrindo à toa.

Os consumidores, por sua vez, não estão. Se fosse apenas o arroz, no entanto, a conta não ficaria tão cara. A cesta básica como um todo teve alta e esse aumento de preços chegou a 13 das 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Os números foram comprovados com a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (9).

Atrás apenas do setor de transportes, os alimentos voltaram a ser pressionados no mês de agosto e apresentaram alta significativa. Os alimentos para consumo no domicílio, por exemplo, tiveram alta de 1,15%, puxados, principalmente, por componentes básicos da alimentação da população.


Vereador de três mandatos o ex-vice prefeito Cau Barros foi indicado teve essa semana seu nome indicado pelo PCdoB (Partido Comunista do Brasil) diretório municipal, para concorrer com os partidos da base ao pleito na chapa que busca a reeleição do prefeito Antônio de Anizio (PT). A informação correu como uma pólvora nos grupos do WhatsApp.


Além de Cau Barros, outros nomes da base aliada também fazem parte da lista que pleiteiam a vaga como vice nas próximas eleições na chapa, são eles; o atual vice Prefeito Genilson Bonfim, o presidente dos Republicanos Júnior Andrade e o ex Vereador Jarbas Júnior.


O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que a instituição deverá autorizar o funcionamento do recurso de pagamentos e transferências pelo Whatsapp. “Projetos como estes devem passar por um processo de aprovação. Quando o Whatsapp propôs o arranjo, entendemos que era um arranjo grande. Dissemos que como era grande e tinha várias dimensões, pedimos que entrassem no rito de aprovação como ocorre normalmente. E será aprovado”, afirmou o presidente do BC, em entrevista à rede de TV estadunidense Bloomberg. Segundo ele, a análise do banco envolve a identificação de eventuais problemas que a operação possa trazer em sua implantação no país, tanto no aspecto concorrencial quanto nos direitos dos usuários.


Ilhéus, no Sul da Bahia, atinge a triste colocação, a número um da Bahia em 2020. Os dados são referentes a taxa de mortes violentas para municípios com mais de 100 mil habitantes no interior do estado. Essa taxa leva em conta, os homicídios + bandidos mortos. A vizinha Itabuna, que já liderou em 2010, 2011, 2012, 2018 e 2019, apresentou uma queda de posição. Vamos aos dados, com taxa e a quantidade de mortes violentas no ano:

1° Ilhéus- Taxa (62,0) e 88 mortes violentas;

2° Santo Antônio de Jesus- 54,0 e 54;

3° Feira de Santana- 53 e 322;

4° Eunápolis- 50,0 e 50;

5° Itabuna- 43,0 e 86;

6° Vitória da Coquista- 39,0 e 122.

7° Juazeiro- 34,0 e 71;

8° Alagoinhas- 26,0 e 52;

9° Paulo Afonso- 23,0 e 26;

10° Porto Seguro- 22,0 e 46;

11° Jequié- 19,0 e 43; 

O que fez Ilhéus figurar no topo do ranking macabro, é simplesmente o fato das facções estarem em uma guerra pesada pelo controle do tráfico de drogas na cidade. Vários crimes escabrosos estão acontecendo, como o corpo de uma jovem encontrada esquartejada em uma mala, e uma outra executada e desovada na baía da Sapetinga, ou do motorista de aplicativo e seu amigo executados por membros de facções rivais. A polícia tem intensificado as operações e, por isso, muitos marginais estão tombando. Mas o certo, é que as organizações criminosas, Raio A (Tudo2) e TCP (Tudo3), estão decidindo quem vive e quem morre naquela cidade. As ordens para esta matança sem fim, saem dos presídios de Itabuna e de Ilhéus.(RBN)


Apesar da pandemia da Covid-19, de abril a julho deste ano, foram registradas 6.783 novas empresas no estado, número 30% maior que as 5.169 encerradas. Ainda de acordo com a Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), no comparativo com o mesmo período de 2019, houve uma queda de 31% no número de fechamento das empresas.

Assim como nos negócios, a internet foi o meio encontrado para garantir a segurança dos colaboradores e clientes do órgão neste momento. Em junho, a Juceb adotou, como obrigatório em Salvador e Região Metropolitana, a utilização do processo 100% digital para o registro e arquivamento de atos empresariais de todas as naturezas jurídicas.

“Os números da Juceb são animadores. Temos visto grandes e pequenas empresas se reinventando, outros empreendendo. A SDE tem trabalhando para manter o ambiente de negócios saudável e o estado tem várias oportunidades de negócios. Outro fato a se comemorar é o processo 100% digital, com ele é possível economizar tempo e diminuir a circulação de pessoas no órgão. Sem falar na sustentabilidade, já que o processo é zero papel”, destaca o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico.

Segundo Andrea Mendonça, presidente da Juceb, com a medida, o protocolo de processos físicos não é mais feita nos postos de atendimento da de Salvador, Lauro de Freitas e demais municípios da RMS. Todos os serviços relativos ao registro e arquivamento de empresas na Bahia são feitos exclusivamente através do site: www.juceb.ba.gov.br.

“Essa iniciativa garantiu mais comodidade e dinamismo, uma vez que os clientes não precisam mais se dirigir aos postos de atendimento para tais serviços. Através da plataforma digital da Juceb é possível fazer arquivamentos de atos, constituição de empresas com registro automático, entrega de livros contábeis no formato digital, emitir certidões web, fazer consultas e enviar dúvidas através da ferramenta Atende Juceb”, explica Mendonça.

_Ascom/SDE_
_31/08/2020_