O atual prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, candidato a reeleição, não somente ganhou as eleições com mais que o dobro dos votos do seu principal concorrente, como também entrou para a história como o candidato mais votados até hoje no município. Antônio de Anízio somou 8.008 votos, o que corresponde a 63,60 % dos votos válidos, enquanto que o principal concorrente, Nego de Saronga, teve apenas 3.970 votos, totalizando 31,53%.

Além disso, Antônio de Anízio venceu em todas as urnas do município, da sede e dos distritos, colocando a maior margem de diferença entre os concorrentes de toda a história de Itacaré. De acordo com os dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral(TSE), foram 4.038 votos de frente. A Coligação Continuar é Preciso, do prefeito Antônio de Anízio e do vice Genilson Souza, também elegeu 9 dos 11 vereadores da Câmara Municipal de Itacaré, uma vitória esmagadora em cima dos candidatos e coligações concorrentes.

O prefeito Antônio de Anízio fez questão de agradecer a cada um dos eleitores de Itacaré, Taboquinhas e toda a zona rural. “A palavra chave é gratidão. Em primeiro lugar ao nosso grande e eterno Deus por nos ter concedido chuvas de bênçãos nessa eleição. E em segundo lugar a toda a população que confiou mais uma vez, que acreditou e que nos honrou, mesmo diante de tantas humilhações e mentiras lançadas pelos concorrentes, mas que esteve junto, acreditando nesse projeto, reafirmando que Itacaré está no caminho certo. E vamos honrar o voto de cada um cidadão”. Ele adiantou que o grande desafio dessa nova gestão será o de humanizar a cidade com um gigantesco trabalho de inclusão social em todos os segmentos da sociedade.


Junilson Batista Gomes (PSD), o Junilson de Boró, obteve 5.438 votos, o que equivalente a 50,67% dos votos válidos, e é o novo prefeito de Ibirapitanga conforme resultado divulgado na noite deste domingo (15) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A diferença foi de apenas 144 votos para o segundo colocado, Jean Assunção (PP), o Jé, que alcançou 5.294 votos, o que representa 49,33% dos votos válidos. Junilson, que foi apoiado pelo atual prefeito Isravan Barcelos (PSD), já foi vereador e é sobrinho do saudoso Boró, comandará a Prefeitura do município pela primeira vez. “Alegria muito grande. Agradecera todos que construíram essa grande vitória. A partir de janeiro vamos trabalhador todos os dias para que Ibirapitanga continue avançando”, destacou Junilson com exclusividade ao Ubatã Notícias.


Com 75% das seções totalizadas em Ubaitaba, já possível afirmar que o ex-prefeito Bêda (MDB) retornará ao comando da administração municipal. Neste momento, ele tem 5.010 votos (63,15%) contra 2.499 (31,50%) da atual prefeita Suka Carneiro (PSB).

Suka Carneiro até começou bem a gestão, mas nos últimos dois anos passou a atrasar salários e não honrar compromissos com fornecedores. É muito provável que isso tenha pesado na decisão do eleitor de Ubaitaba. (Blog Pimenta)


O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) esclareceu que todos os eleitores poderão votar no horário das 7h às 10h normalmente nas eleições de 2020, que acontecerão no dia 15 de novembro. Segundo o tribunal, muitos eleitores ainda estavam com dúvida em relação a essa faixa de horário, indicada como preferencial pela Justiça Eleitoral para o público acima de 60 anos, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e pessoas que fazem parte do grupo de risco para o coronavírus.

Apesar do pedido para que essas pessoas compareçam à votação preferencialmente neste horário, não há exclusividade no horário. Ou seja, qualquer eleitor tem a liberdade de votar em qualquer horário das 7h às 17h. Este ano, a votação começará uma hora mais cedo. A decisão foi do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para evitar aglomerações, por conta da pandemia da covid-19.

De acordo com Rita de Cássia Ferreira, chefe de cartório da 5ª zona eleitoral, no dia das eleições os locais de votação terão coordenadores de acessibilidade, exclusivamente, para receber, encaminhar e dar o tratamento adequado a essas pessoas que têm prioridade. “Qualquer dificuldade que os eleitores tiverem, eles poderão procurar, em seu local de votação, os coordenadores de acessibilidade, que estarão identificados com camisas azuis”. *Com informações do CORREIO


Como medida de enfrentamento de “comportamentos inautênticos” durante as eleições municipais deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou, nesta semana, um formulário online no qual a população pode denunciar disparos de mensagens em massa feitos através do WhatsApp. A iniciativa se dá porque a partir deste ano este tipo de propaganda está expressamente proibida pela Justiça Eleitoral. Além disso, os termos de uso do próprio aplicativo vedam o envio de mensagens em massa e o WhatsApp se comprometeu a investigar as denúncias e desativar contas suspeitas, além de enviar as informações ao TSE. A proibição visa desestimular o uso de robôs e contas falsas para promover campanhas de ódio, que segundo o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, “muitas vezes provenientes de verdadeiras milícias digitais, organizadas hierarquicamente, com financiamento privado e atuação concertada para a difusão de mentiras e ataques às instituições”.


Da esquerda para direita (ordem Alfabética), Antônio de Anizio, Charles Gusmão, Hodavia Martins, Nêgo de Saronga e Zé do Gas.

Cinco candidatos foram registrados para concorrer à prefeitura de Itacaré em 2020.Confira quem são em ordem alfabética. As candidaturas ainda dependem de confirmação da Justiça Eleitoral. Veja quem são:

ANTÔNIO DE ANIZIO, 57 anos, concorre ao cargo de prefeito pelo Partido dos Trabalhadores (PT). O vice na chapa é Genilson Souza também do (PT). Eles integram a coligação “CONTINUAR É PRECISO”, que é formada pelos partidos: PT/ PL / PC do B / REPUBLICANOS / PP.

CHARLES GUSMÃO, 41 anos, é candidato ao cargo de Prefeito pelo Partido Social Cristão (PSC).O vice na chapa é Dr° Joca (REDE SUSTENTABILIDADE). Eles integram a coligação “ITACARÉ PRECISA E MERECE O NOVO!”, que é formada pelos partidos: PSC e REDE.

HODAVIA MARTINS, 58 anos, concorre ao cargo de prefeita pelo Partido AVANTE. O vice na chapa é Sandro Lima (AVANTE). Eles integram a “Coligação AVANTE”, que é formada pelo partido: AVANTE.
NÊGO DE SARONGA, 46 anos, é candidato ao cargo de Prefeito pelo Democratas (DEM).O vice na chapa é Dr° JOSIMAR VASCONCELOS (PSB). Eles integram a coligação “ITACARÉ UNIDOS PELA MUDANÇA”, que é formada pelos partidos: DEM e PSB.
ZÉ DO GÁS, 50 anos, é candidato ao cargo de Prefeito pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB).O vice na chapa é Paulinho Pootrich (MDB). Eles integram a coligação MDB, que é formada pelo partido: MDB.
Câmara Municipal

Para a câmara municipal, mais uma vez um grande número de candidaturas, dez partidos são eles: (PT/ PL / PC do B / PSC/  REPUBLICANOS / PP/ AVANTE / DEM / PSB/ MDB) lançaram 147 candidatos, quase 15 candidatos para cada uma das 11 vagas. Com relação a 2016, houve uma diminuição considerável no número de candidaturas ao cargo de vereador.Na última eleição municipal, 242 pessoas concorreram a uma vaga na Câmara Municipal.

(Veja quem são os 147 candidatos a vereador em Itacaré)


Data-limite se refere aos casos em que os partidos políticos, por algum motivo, não tenham requerido o registro de candidatos escolhidos em convenção partidária.

Os candidatos das Eleições Municipais 2020 devem ficar atentos ao prazo eleitoral que termina nesta quinta-feira (1º). De acordo com o calendário eleitoral 2020, este é o último dia para os candidatos escolhidos em convenção solicitarem seus registros no tribunal eleitoral competente, caso os partidos políticos ou as coligações não os tenham requerido. O prazo, que se encerra às 19h, está determinado na Lei nº 9.504/1997, artigo 11, parágrafo 4º.

Como funciona

A partir do momento em que um candidato é escolhido em convenção partidária, ele tem o direito de ter seu nome indicado no registro de candidatura que o partido encaminha à Justiça Eleitoral.

Caso isso não aconteça, o candidato pode encaminhar seu próprio registro. Para isso, ele tem dois dias, contados da publicação do edital de candidatos do respectivo partido ou coligação no Diário de Justiça Eletrônico (DJe), meio oficial de publicação e divulgação dos atos judiciais, administrativos e das comunicações referentes à Justiça Eleitoral.

Essa medida visa garantir o direito daquele que, escolhido em convenção partidária, registre a sua candidatura junto à Justiça Eleitoral, quando a agremiação política, por algum motivo, não o tenha feito.

Confira todos os prazos do calendário das Eleições 2020.

http://www.tse.jus.br/eleicoes/calendario-eleitoral/calendario-eleitoral