Com o objetivo de promover a inclusão digital através do apoio ao acesso à internet para possibilitar o desenvolvimento das atividades acadêmicas de ensino emergencial não presencial, a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) torna pública a abertura das inscrições voltadas a Seleção de Estudantes para o Auxílio Inclusão Digital. Conforme o edital nº Nº 61/2020, na página www.uesc.br, as inscrições acontecerão no período de 01/10 até às 16 horas do dia 16 de outubro de 2020. O reitor Alessandro Fernandes lembra que o edital faz parte das ações voltadas para a Assistência Estudantil da Uesc, em caráter excepcional e temporário, enquanto durar o Calendário Acadêmico Excepcional para o ano de 2020. A concessão de auxílio financeiro é destinado a contratação de plano de internet móvel ou residencial, para uso exclusivo e com capacidade necessária para o acompanhamento e desenvolvimento das atividades de ensino não presencial da Uesc. Serão três parcelas mensais no valor de R $ 75,00 e serão disponibilizadas 1900 vagas para o nível de curso – Graduação e 100 vagas para o nível de curso – Pós Graduação, de acordo com a disponibilidade orçamentária e financeira da Universidade. O auxílio destina-se ao estudante regularmente matriculado no Trimestre Letivo Excepcional 2020, em curso presencial de Graduação ou Pós Graduação da Uesc, durante o Calendário Acadêmico Excepcional 2020, comprovadamente em situação de vulnerabilidade socioeconômica e que atenda aos requisitos e critérios necessários no Edital nº 61/2020. Para saber os requisitos e participar do processo de seleção, clique aqui.


O preço do litro da gasolina vendida nas refinarias às empresas distribuidoras foi reajustado em 4% pela Petrobras. O novo valor foi anunciado pela estatal nesta terça-feira (22) e vale a partir desta quarta-feira (23). O diesel não sofreu reajuste.

Segundo o último levantamento semanal disponibilizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os dias 16 e 22 de agosto, o preço médio da gasolina comum no país era, na semana pesquisada, de R$ 4,268. O diesel S-500, de R$ 3,374. O etanol, de R$ 2,782. E o gás de cozinha, de R$ 70,05, para o botijão de 13 kg. A ANP está reformulando o sistema de coleta de preços, que deverá ser atualizado em breve, incluindo até 6 mil postos de combustíveis em todo o país.

Além da alta do dólar, o preço do petróleo reflete o mercado internacional do produto, o que influencia o valor praticado no país. Os preços são referentes ao valor vendido para as distribuidoras a partir das refinarias. O valor final ao motorista dependerá do mercado, já que cada posto tem sua própria política de preços, sobre os quais incidem impostos, custos operacionais e de mão de obra.


Um dia após o TST (Tribunal Superior do Trabalho) determinar o fim da greve dos Correios, todos os 31 sindicatos filiados à Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) decidiram pelo fim da greve e encerraram a paralisação iniciada há 35 dias, durante assembleias realizadas na noite desta terça-feira (22). Em nota, a entidade afirma que a decisão do TST – que aprovou um reajuste de 2,6% para os trabalhadores – não contempla a categoria e que irá recorrer. Também nesta terça-feira, os Correios afirmaram, em nota, que a maior parte dos funcionários que havia aderido à greve retornou ao trabalho, o que corresponde a 92,7% dos trabalhadores da estatal.(Giro Ipiaú)


A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (22) a maior parte das emendas do Senado ao Projeto de Lei 3267/19, do Poder Executivo, que altera o Código de Trânsito Brasileiro. O texto seguirá para sanção do presidente da República. Entre as principais medidas, a proposta aumenta a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para dez anos e vincula a suspensão do direito de dirigir por pontos à gravidade da infração.

De acordo com o texto, a CNH terá validade de dez anos para condutores com até 50 anos de idade. O prazo atual, de cinco anos, continua para aqueles com idade igual ou superior a 50 anos. Já a renovação a cada três anos, atualmente exigida para aqueles com 65 anos ou mais, passa a valer apenas para os motoristas com 70 anos de idade ou mais. Profissionais que exercem atividade remunerada em veículo (motoristas de ônibus ou caminhão, taxistas ou condutores por aplicativo, por exemplo) seguem a regra geral.(Giro Ipiaú).


Durante os finais de semana, o local popularmente conhecido como Passarela do álcool, em Ilhéus, fica aglomerado de pessoas. A impressão que se tem é que não existe mais pandemia, mesmo os números de contaminação sendo alto no município. Pessoas grudadas sem máscara, fecham as ruas onde ficam localizado alguns bares a até altas horas da madrugada, caixas e paredões de som estrondam no local. Desde o final do ano passado, moradores das ruas Júlio de Brito, Hermínio Ramos e transversais reclamam da bagunça que foi sendo instalada de maneira natural mas nada organizada.

No programa O Tabuleiro, Ilhéus FM 105.9 desta segunda –feira (21), o comunicador Vila Nova chamou atenção para o problema e alertou para que a Vila Gastronomica, com diversos restaurantes que começa na Rua Coronel Pessoa possa ser prejudicada pela aglomeração da passarela.

“Essa aglomeração que está acontecendo na passarela do álcool só prejudica a economia daquela região. Existe excelentes restaurantes ali na Coronel Pessoas. O cuidado é que para aquela área não seja contaminada e prejudique boa imagem dos estabelecimentos”, pontuou.

Após o comentário de Vila, diversos ouvintes participaram e relataram que a bagunça incomoda moradores, não fortalece a economia, pois muitas pessoas levam bebidas e coolers , estimula o tráfico de drogas e deixa a rua imunda e fedida.

“ É caso de polícia”, salientou Vila Nova.

Fonte: Ilhéus Eventos.


O Tribunal Superior do Trabalho decidiu, em julgamento realizado nesta segunda-feira, encerrar a greve dos funcionários dos Correios, que acontece desde 17 de agosto. De acordo com a decisão, os empregados devem voltar ao trabalho amanhã, sob pena de multa de R$ 100 mil por dia. A decisão de hoje representou também uma derrota parcial à estatal, já que ficou mantida a cláusula que prevê a correção monetária de 2,6% dos salários. Os trabalhadores, no entanto, pediam uma reposição salarial de 5%.

A Corte considerou que o movimento grevista não foi abusivo. Por outro lado, os ministros decidiram seguir a jurisprudência trabalhista e haverá um desconto salarial referente à metade dos dias de greve; nos demais dias, haverá compensação. O fim da greve era defendido pelo ministro das Comunicações, Fabio Faria, e pelo presidente dos Correios, general Floriano Peixoto. Ambos afirmaram que a retirada dos benefícios era necessária para manter a sustentabilidade da empresa.


O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse nesta quinta-feira (17) que já foram transferidos R$ 197 bilhões em auxílio emergencial para 67,2 milhões de beneficiários do programa em todo o Brasil. Segundo ele, cerca de 45% dessas pessoas vivem nas regiões Norte e Nordeste do país.

“Desses R$ 197 bilhões, R$ 68 bilhões foram para o Nordeste e R$ 21 bilhões para a Região Norte”, destacou, durante live semanal do presidente Jair Bolsonaro transmitida pelas redes sociais. Guimarães também lembrou que as primeiras cinco parcelas do auxílio emergencial, no valor de R$ 600, foram pagas a 45 milhões de pessoas e que integrantes do Bolsa Família já começaram a receber a sexta parcela, num valor menor, de R$ 300, que corresponde ao auxílio residual.

Decreto do presidente publicado esta semana no Diário Oficial da União detalha as regras para a concessão do auxílio residual. As parcelas serão pagas apenas a quem já têm o auxílio emergencial, ou seja, trabalhadores que não são beneficiários do programa não poderão solicitar o auxílio residual.