A região sul da Bahia ganhou um espaço de excelência para a capacitação tecnológica e profissional de produtores do setor cacaueiro. O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), inaugurou nesta quarta-feira (21) o Centro Vocacional Tecnológico (CVT) Cacau, em Ilhéus.

A unidade, que contou com um investindo superior a R$ 1 milhão, funciona no campus da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). A implantação é fruto de convênio com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

“Nós passamos por uma crise na região do cacau e a única forma de agregar valor à produção é através da tecnologia e da qualificação. O CVT é um espaço fundamental para o fortalecimento do setor e ampliação da renda da agricultura familiar”, destaca o titular da Setre, Davidson Magalhães.

Serão beneficiados 26 municípios da microrregião cacaueira do sul da Bahia: Almadina, Arataca, Aurelino Leal, Barro Preto, Buerarema, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Floresta Azul, Ibicaraí, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Jussari, Maraú, Mascote, Pau Brasil, Santa Luzia, São José da Vitória, Ubaitaba, Una, Uruçuca.

A expectativa é que o CVT do Cacau, que conta como apoio do Centro de Economia Solidária – Litoral Sul, atenda, de forma direta, 250 agricultores familiares, assentados e quilombolas, em especial aqueles ligados ao cultivo do cacau e fabricação do chocolate, além de estudantes de graduação e pós-graduação do Território Litoral Sul, atingindo indiretamente cerca de 800 famílias.

Também participaram do evento, o reitor da Uesc, Alessandro Fernandes de Santana; o superintendente de Economia Solidária e Cooperativismo da Setre, Milton Barbosa e representantes de empreendimentos solidários e da agricultura familiar da região.


O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, por unanimidade, que o eleitor não pode ser impedido de votar caso não tenha em mãos o título de eleitor, sendo obrigatória somente a apresentação de documento oficial com foto. Com a decisão, os ministros do Supremo tornaram definitiva uma decisão liminar concedida pelo plenário às vésperas da eleição geral de 2010, a pedido do PT. O julgamento de mérito foi encerrado ontem (19) à noite no plenário virtual, ambiente digital em que os ministros têm um prazo, em geral, de uma semana, para votar por escrito.

Em uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI), o PT havia questionado a validade de dispositivos da minirreforma eleitoral de 2009 (Lei 12.034), que introduziu na Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) a exigência de apresentação do título de eleitor como condição para votar.

Os ministros entenderam, agora de modo definitivo, que exigir que o eleitor carregue o título de eleitor como condição para votar não tem efeito prático para evitar fraudes, uma vez que o documento não tem foto, e constitui “óbice desnecessário ao exercício do voto pelo eleitor, direito fundamental estruturante da democracia”, conforme escreveu em seu voto a relatora ministra Rosa Weber. *Com informações da Agência Brasil


A pandemia atrasou os planos de quem precisa se aposentar. A fila de espera na Bahia tem, atualmente, 123.569 processos em andamento. Desses, 59.327 estão aguardando uma posição do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e outros 64.242 dependem de algum ato do segurado, como apresentar um documento ou ir até à agência, por exemplo. Os números são do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), com base em dados disponibilizados pelo órgão, e mostram como os pedidos cresceram nos últimos meses, assim como a demora para viabilizar esse processo.

A Bahia é o quarto estado no país com o maior número de benefícios aguardando aprovação. São mais de 1,8 milhão de segurados brasileiros que dependem da liberação. Ainda de acordo com o IBDP, 22.533 é o total de benefícios por incapacidade, auxílio doença e aposentadoria por invalidez. Sendo que destes, 18.480 estão aguardando, provavelmente, por conta da perícia.  Leia mais no CORREIO


O deputado federal João Bacelar (PL) anunciou que o DNIT finalizou o projeto para a pavimentação asfáltica da BR 030 no trecho que liga Ubaitaba à Península de Maraú. João Bacelar esteve com o superintendente do DNIT na Bahia, Amauri Sousa Lima e a ordem de serviço deverá ser assina até novembro: “Conseguimos viabilizar o asfalto da BR 030 no trecho que liga Ubaitaba à Península de Maraú. Essa obra é um sonho de toda região e conseguimos junto ao presidente Bolsonaro a liberação e no máximo em 30 dias estaremos em Maraú para assinar a ordem de serviço”, declarou. Veja vídeo *As informações são do Blog Políticos Sul da Bahia


Uma festa irregular com mais de três mil pessoas foi encerrada na madrugada deste domingo (18), no bairro do Arenoso, em Salvador. Os eventos com mais de 100 pessoas estão proibidos para conter a pandemia do coronavírus. A SSP classificou a festa como do tipo paredão, com uso de grandes sons automotivos. O evento foi encontrado após denúncias anônimas. De acordo com a polícia, a maioria das pessoas eram adolescentes e jovens até 25 anos, que estavam sem máscaras, aglomerados e fazendo uso excessivo de bebidas alcoólicas. A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) não informou se alguém foi detido.(Bocão News)


O governador Rui Costa anunciou, nesta sexta-feira (16), o pagamento de mais uma parcela do vale-alimentação estudantil. O benefício visa a segurança alimentar dos estudantes e de suas famílias, neste período de suspensão das aulas por causa da pandemia do novo Coronavírus. Nesta quarta parcela serão investidos mais R$ 44 milhões, totalizando um investimento de R$ 176 milhões de recursos próprios do Governo do Estado. A previsão é de que o crédito já esteja depositado nos cartões no próximo dia 26. Rui também informou que, na próxima semana, serão testados para Covid-19 estudantes e profissionais de Educação da área da Liberdade.

“Já definimos com os secretários da Fazenda e da Educação o pagamento da ajuda aos estudantes, que corresponde a uma cesta básica. Dia 26 foi o prazo que a empresa de cartão de crédito disponibilizou, por questões técnicas para fazer o pagamento. Portanto, dia 26 o dinheiro estará depositado na conta dos cerca de 750 mil alunos da rede estadual de ensino”, informou o governador.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, lembrou que todos os estudantes regularmente matriculados na rede estadual de ensino têm direito ao benefício, que é de R$ 55 por parcela. “Estes recursos que estão sendo destinados ao vale-alimentação estudantil não estavam previstos no orçamento e o Governo do Estado faz mais este esforço, o que ressalta a preocupação e o zelo do governador Rui Costa com os nossos estudantes. As parcelas não equivalem a pagamentos mensais, mas representam uma contribuição alimentar e social importante para os estudantes e suas famílias, além de movimentarem a economia nos 417 municípios baianos”, afirmou.

Para a retirada da quarta parcela, o estudante deverá usar o mesmo cartão utilizado anteriormente, com a bandeira Alelo, que é aceito em mais de 18 mil estabelecimentos em toda a Bahia. O recurso é destinado, exclusivamente, para a compra de gêneros alimentícios, como feijão, arroz, macarrão, carne, frango, frutas, verduras, café e leite, sendo que a aquisição dos alimentos é de livre escolha dos estudantes.

A Secretaria da Educação do Estado reforça a orientação para que vá ao supermercado apenas um membro da família, seguindo todas as normas de segurança, como o uso de máscaras de proteção individual, em função da pandemia pelo novo Coronavírus. Em caso de dúvidas, o estudante pode entrar em contato com a escola onde está matriculado. A secretaria também disponibiliza os canais da Ouvidoria pelo 0800 284 0011, pelo e-mail [email protected] ou pelo Fale com a Ouvidoria, disponível no Portal da Educação (institucional.educacao.ba.gov.br/falecomouvidoria).


O Ministério Público da Bahia (MP-BA) pediu nesta quinta-feira (20), a prisão preventiva de Carlos Samuel Freitas Costa Filho, o homem que foi flagrado em vídeo agredindo uma mulher com vários socos no rosto, em Ilhéus. De acordo com o MP, a notícia do fato foi encaminhada na manhã desta quinta ao órgão, que solicitou de imediato a documentação à autoridade policial para a adoção das medidas cabíveis.

Segundo o órgão, o pedido da prisão se fundamentou “na necessidade de resguardar a ordem pública, considerando-se a gravidade da conduta concreta (exacerbada violência empregada) e a condição reincidente do autor do fato”. O órgão informou que Carlos Samuel já foi denunciado em 2015 pelo Ministério Público por crimes de violência doméstica, ameaça e cárcere privado cometidos contra outra mulher. Ele foi condenado pela Justiça em primeira instância.

Ainda de acordo com o MP, após recurso impetrado pela defesa de Carlos Samuel, a condenação quanto ao crime de cárcere privado foi mantida, em agosto, pelo Tribunal de Justiça da Bahia, que reconheceu a prescrição referente aos crimes de violência doméstica e ameaça. *Com informações do G1