Um homem suspeito de liderar o tráfico de drogas nos municípios de Valença e Cairu, foi encontrado pela polícia escondido entre o teto e forro de gesso da residência onde mora. A prisão ocorreu em Valença. De acordo com a Polícia Civil, Adriano José dos Santos foi localizado após a prisão de um outro traficante que foi encontrado com 14 quilos de maconha, em fevereiro deste ano. As drogas pertenceriam a Adriano. O suspeito preso já tem passagens pela polícia e condenações por tráfico de drogas. Ele foi encaminhado para o Conjunto Penal de Valença. Participaram da operação de prisão policias da 5ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) e da 33ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), ambas com sedes em Valença. *Informações do G1

A 72ª CIPM de Itacaré sob o comando do Capitão PM Hosannah Santos, conta agora uma conta no aplicativo Whatsapp de número (73) 998024038), para que o cidadão possa fazer denúncias anônimas. Esta é mais uma ferramenta da 72ª CIPM de Itacaré para combater o crime na cidade, também foi lançado um canal no Facebook e um Blog da Corporação.

Telefone fixo da Policia em Itacaré: 73 3251 2373 // Cel: 99807 2373

Facebook: www.facebook.com/cipmdeitacare

Blog: policiamilitaritacare.blogspot.com.br/


Termina hoje (7) o prazo para os empregadores domésticos pagarem o Documento de Arrecadação do eSocial (DAE) referente a março. O documento reúne em uma única guia as contribuições fiscais, trabalhistas e previdenciárias que devem ser recolhidas pelos empregadores em relação aos trabalhadores domésticos. Documentos gerados após essa data serão calculados com multa de 0,33% por dia de atraso, informou a Receita Federal. Para a emissão da guia unificada, o empregador deve acessar a página do eSocial na Internet. Os empregadores podem fazer o pagamento em guichê de caixa bancário, lotéricas, internet banking e canais eletrônicos de autoatendimento. Com informações da Agência Brasil.


Um balanço final da força-tarefa realizada em 21 frigoríficos suspeitos de envolvimento na Carne Fraca foi divulgado nessa quinta-feira (6) pelo Ministério da Agricultura. Foram recolhidas 302 amostras, sendo que 39 dessas apresentaram problemas. Das 39 amostras, 31 tiveram problemas de ordem econômica, não representando riscos para a saúde dos consumidores. Em oito amostras foram encontradas toxinas salmonela e staphylococcus, que podem provocar vômitos e diarreia. De acordo com o secretário-executivo da Agricultura, Eumar Novacki, todos os produtos com problemas foram recolhidos e as oito amostras que continham toxinas foram destruídas com a presença de fiscais do Ministério da Agricultura. As fábricas foram interditadas. Duas plantas da Peccin e da Central de Carnes Paranaense, em Colombo, Paraná, tiveram o Serviço de Inspeção Federal (SIF) cancelado. “Nesses casos, a decisão foi tomada pelo histórico que essas duas empresas apresentam”, explicou o secretário. Algumas salsichas apresentaram excesso de amido e ácido sórbico em salsichas e excesso de água em frangos. Outros sete lotes de hambúrgueres da marca Novilho Nobre, fabricados pelo frigorífico Trasmeat, localizado em Balsa Nova, Paraná, tinham salmonela. Um outro lote de linguiça cozida da marca Frigosantos, do Paraná, tinha o staphylococcus. Também foi detectado excesso de água na carne de frango na planta da BRF, em Goiás e na Frango D M, do Paraná. Uma substância proibida também foi encontrada em linguiças e salsichas produzidas pelos frigoríficos Souza Ramos, no Paraná, e Peccin, em Santa Catarina e Paraná.


A Prefeitura de Itacaré realizará no período de 10 a 20 de abril as inscrições dos estabelecimentos interessados em participar do 4º Festival Gastronômico Sabores de Itacaré, que acontecerá no período de 13 a 23 de julho, atraindo para a cidade milhares de turistas. As inscrições devem ser feitas sempre das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas, na Secretaria de Turismo.

Pelo quarto ano consecutivo Itacaré vai sediar o maior festival gastronômico do Sul da Bahia. O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, reafirmou que o Festival Gastronômico é um evento importante para a cidade, não somente para atrair turistas durante os dias da festa, mas também para mostrar os produtos e serviços e consolidar o município cada vez mais como um dos principais destinos turísticos da Bahia. Ele também destacou o quanto tem sido importante para a cidade o Festival Gastronômico Sabores de Itacaré e explicou que a ideia é promover os temperos, cheiros e sabores típicos da região, projetando o melhor da gastronomia local e a sua identidade.

Um dos pontos altos do evento será a produção da agricultura familiar na composição dos pratos, o que valoriza ainda mais a cultura da região. “As receitas contarão com ingredientes tradicionais da região cacaueira e alimentos cultivados no município”, ressalta Júlio Oliveira. Além do cardápio exclusivo, o festival contará com uma cozinha show, feira gastronômica, programação cultural e apresentações artísticas. A ideia é promover várias opções de lazer e entretenimento, mas também valorizar a cultura local com a apresentação dos artistas da cidade.

O IV Festival Gastronômico Sabores de Itacaré é uma realização da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Turismo, com o patrocínio da Bahiatursa e da Secretaria Estadual de Turismo do Governo da Bahia. O evento conta com o apoio do Sindicato Intermunicipal de Hospedagens e Alimentação de Cairu, Itacaré e Valença(SPHA), do grupo Viva Itacaré e Sebrae, além de vários outros órgãos e segmentos comprometidos com o desenvolvimento da cidade. A proposta é de realizar um novo encontro com os empresários para avaliar as metas a serem alcançadas e rediscutir cada detalhe para que seja realizado um dos maiores festivais gastronômicos de todos os anos. (Secom/Itacaré)


O município de Itacaré no último dia 04 de abril concluiu a implantação do Sistema Municipal de Meio Ambiente-SISMUMA, com a publicação no site da Secretaria de Meio do Estado da Bahia, da Declaração de Aptidão e Capacidade para licenciamento ambiental de empreendimentos de impacto local no nível 3.


O município venceu todas as etapas necessárias à implantação do Sistema Municipal, de maneira a municipalizar a gestão ambiental e fazer licenciamento de empreendimentos de impacto local, tendo, para tanto, aprovado Código Ambiental, instalado o Conselho Municipal de Meio Ambiente, criado o Fundo Municipal de Meio Ambiente, e montado equipe técnica multidisciplinar, preenchendo os requisitos exigidos pela Resolução do Conselho Estadual de Meio Ambiente-CEPRAM nº 4.327, de 31 de outubro de 2013.
O prefeito de Itacaré, Antonio de Anízio, destacou a importância da implantação do Sistema Municipal: “(…) para os municípios, é estratégico e fundamental assumir a gestão ambiental porque eles passam a decidir sobre o que fazer e como fazer no seu território, definindo, planejando e coordenando o modelo de desenvolvimento adotado, pautando os empreendimentos sempre dentro dos princípios da sustentabilidade. Por outro lado, o município que licencia atrai investimentos, reduz o tempo de implantação de projetos e empreendimentos, evitando que o empreendedor para obter licenças ambientais necessite se deslocar à capital.”
O Secretário Municipal de Meio Ambiente, Cosme Nunes, por sua vez também ressaltou a relevância de se municipalizar a gestão ambiental: “(…) Por estar mais próximo aos cidadãos, onde a ação acontece, permitindo decisões mais rápidas, não resta dúvidas que o município, através de seu órgão ambiental municipal, é a esfera do Poder Executivo mais eficaz no atendimento das demandas por um meio ambiente ecologicamente equilibrado.” (Secom/Itacaré)


A Organização Gongombira de Cultura e Cidadania promove, no sábado (08), a partir das 15 horas, no Espaço Cultural Dilazenze, “Zendembás: Empoderamento do Cabelo Crespo”. O evento é aberto ao público e terá rodas de conversa, oficinas de turbante e penteados afro, desfile e discotecagem com o Coletivo Afropanguas.

As atividades, que fazem parte do projeto Otambí, terão início com a exibição do documentário “Pode me chamar de Nadí”, com direção de Déo Cardoso. Em seguida, será realizada a oficina de penteados afro e confecção de turbantes com Dani Jêje e Preta Ashanti, integrantes da Casa do Boneco, em Itacaré.

Os alunos aprenderão a confeccionar tererês, dreads com lã, tranças rasteiras e técnicas para produção de torsos e turbantes. Os interessados devem trazer, pelo menos, 2 metros do tecido e preencher o formulário de inscrição. Para encerrar o evento, às 19 horas, os participantes das oficinas irão exibir o resultado dos trabalhos num desfile e a discotecagem ficará por conta do Coletivo Afropanguas.

O projeto Otambí conta com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. Fonte: Ilhéus 24hrs.