Tonhe de Anízio (PT) teve o pedido de registrado de candidatura a prefeito de Itacaré deferido pelo juiz titular da 198ª Zona Eleitoral, Daniel Álvaro Ramos. A decisão foi tornada pública no início da noite deste domingo (11).

De acordo com o magistrado, o Ministério Público Eleitoral se manifestou favoravelmente ao registro do candidato da coligação No coração do Povo, que reúne PT, PP, PTN, PR, PEN e PPL.

“Foram preenchidas todas as condições legais para o registro pleiteado e não houve impugnação”, assinalou Daniel Álvaro Ramos em sua decisão.

Anízio havia recorrido à Justiça Comum para contestar rejeição de suas contas pela Câmara de Vereadores de Itacaré. Segundo ele, as contas foram julgadas sem que ele tivesse direito à ampla defesa. Um membro da comissão técnica da Câmara reconheceu a falha oficialmente (relembre aqui).

Após vitória na Justiça Comum em agosto, Tonhe de Anízio obteve registro de sua candidatura. O petista concorrerá ao comando de Itacaré pela segunda vez. O município foi governado por ele no período de 2009 a 2012, quando não conseguiu reeleição. (Pimenta)


Conforme o Boletim de Ocorrência registrado na delegacia local, Vladimir Reis (PMDB), foi agredido com um soco no rosto por Marcos, mais conhecido por “Figura”, prestador de serviço da Coligação “Não vamos desistir de Itacaré”, do Candidato Nego de Saronga (DEM).

Segundo pessoas ligadas a vitima, há alguns dias Vladimir fotografou o carro de som do agressor, que se sentiu ‘ofendido’, e fez ameaças, e resolveu hoje, partir para agressão física. Vladimir realizou o boletim de ocorrência e logo depois realizou o exame de corpo delito.

Em nota a coordenação de campanha se manifestou nas redes sociais, confira abaixo: 

A coordenação “Não Vamos Desistir de Itacaré”, lamenta pelo episódio de violência envolvendo um motorista que conduzia um de nossos veículos de som da nossa campanha, pois, nem nós, nem nosso candidato Nego apóia tal conduta. Estamos pedindo desculpas a todos e informá-los que diante desse fato rompemos o contrato que tínhamos com o envolvido.

img-20160909-wa0013


O evento que terá início numa sexta-feira e acontecerá até o final da tarde de sábado, terá um desfile de abertura e apresentação. Várias competições serão realizadas entre as Escolas de Taboquinhas, da Zona Rural e de Itacaré, sendo elas: Atletismo, Masculino e Feminino, Vôlei de Areia, Masculino e Feminino, Futsal, Masculino e Feminino e Ciclismo, Masculino e Feminino.

O evento reúne cerca de 300 alunos, juntamente com pais, mães e comunidade. A intenção de promover este evento não é o de criar rivalidade entre as escolas, mas sim, de fazer com que os jovens façam amizade e tenham um dia totalmente diferente, disse a Secretária Maria do Socorro. ASCOM (Assessoria de comunicação)

Confira abaixo algumas fotos do evento no ano passado que aconteceu em Taboquinhas. 

 

DSC00570
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00571
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00572
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00573
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00574
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00575
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00580
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00584
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00587
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00605
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00612
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00620
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa
DSC00621
Fotos: Albert Queiroz // Taboquinhas Informa

O tradicional Desfile 7 de Setembro em comemoração a Independência do Brasil teve participação das Escolas Municipais nesta terça-feira, 06. O evento aconteceu na Avenida Castro Alves, Orla. O desfile foi uma realização da Secretaria de Educação.

Saiba mais:

A Independência do Brasil ocorreu em 7 de setembro de 1822. A partir desta data o Brasil deixou de ser uma colônia de Portugal. A proclamação foi feita por D. Pedro I as margens do riacho do Ipiranga em São Paulo.

Causas:

– Vontade de grande parte da elite política brasileira em conquistar a autonomia política;
– Desgaste do sistema de controle econômico, com restrições e altos impostos, exercido pela Coroa Portuguesa no Brasil;
– Tentativa da Coroa Portuguesa em recolonizar o Brasil.

Dia do Fico

– D. Pedro não acatou as determinações feitas pela Coroa Portuguesa que exigia seu retorno para Portugal. Em 9 de janeiro de 1822, D. Pedro negou ao chamado e afirmou que ficaria no Brasil.

Medidas pré independência:

Logo após o Dia do Fico, D. Pedro I tomou várias medidas com o objetivo de preparar o país para o processo de independência:

– Organização da Marinha de Guerra
– Convocou uma Assembleia Constituinte;
– Determinou o retornou das tropas portuguesas;
– Exigiu que todas as medidas tomadas pela Coroa Portuguesa deveriam, antes de entrar em vigor no Brasil, ter a aprovação de D. Pedro.
– Visitou São Paulo e Minas Gerais para acalmar os ânimos, principalmente entre a população, que estavam exaltados em várias regiões.

A Proclamação da Independência

Ao viajar de Santos para São Paulo, D. Pedro recebeu uma carta da Coroa Portuguesa que exigia seu retorno imediato para Portugal e anulava a Constituinte. Diante desta situação, D. Pedro deu seu famoso grito, as margens do riacho Ipiranga: “Independência ou Morte!”

Pós Independência

– D. Pedro I foi coroado imperador do Brasil em dezembro de 1822;
– Portugal reconheceu a independência, exigindo uma indenização de 2 milhões de libras esterlinas;
– Em algumas regiões do Brasil, principalmente no Nordeste, ocorreram revoltas, comandadas por portugueses, contrárias à independência do Brasil. Estas manifestações foram duramente reprimidas pelas tropas imperiais. ASCOM (Assessoria de comunicação)

Imagens: André Oliveira
Imagens: André Oliveira
Imagens: André Oliveira
Imagens: André Oliveira

A Equipe 6 do PETO da 72ª Companhia Independente de Polícia Militar de Itacaré, em ronda pelo loteamento Conchas do Mar, por volta das 10h da manhã desta terça-feira, localizou uma motocicleta  vermelha abandonada que teria sido furtada na noite da segunda-feira (05) próximo ao Posto São Miguel. O veículo foi recolhido para as devidas providências e devolvido ao proprietário.

Outra motocicleta furtada na noite da segunda-feira foi recuperada pela Equipe 6 na tarde desta terça na Rua São Miguel. Os autores dos furtos não foram identificados, mas a polícia permanece em busca dos mesmos.

A Polícia Militar de Itacaré continua intensificando o seu trabalho, com operações, abordagens e rondas do PETO e demais policiais, no intuito de manter a tranquilidade da população.  (Taboquinhas Informa)


Projeto Social Kyokushinkaikan que ensina karatê para 40 jovens em Itacaré, com o objetivo de resgatar crianças e adolescentes, que ficam com tempo ocioso, onde estes aprendem a conter seu espírito agressivo, o verdadeiro sentido do respeito, ajuda ao próximo e disciplina. Precisa de sua ajuda para 2ª troca de faixas do grupo, que acontece no próximo mês de novembro, no Clube Social Pirajá em Itacaré. Contribua para que esses jovens tenham uma expectativa de vida.

A turma começou a treinar a dois anos atrás, ao longo do ano participaram de um torneio municipal, onde três caratecas foram medalhas de ouro, prata e bronze em suas respectivas categorias. “Para participar das competições, os alunos precisam da autorização dos pais, mas muitos deles têm medo que seus filhos possam se machucar”, revela. As aulas acontecem todas segundas, quartas e sexta-feiras no Clube Social Pirajá e são ministradas sempre das 19 às 20h30min, e são totalmente gratuitas.

O Sensei Edgar Calazans que iniciou o projeto, mas hoje mora em Morro de São Paulo, dá suporte ao Sempai carateca Fagner Ramos, que ministra as aulas há dois anos, contou a nossa equipe de reportagem que cobra muita dedicação dos alunos nos treinamentos. “Ensino para eles tanto a parte teórica quanto a prática, também reforço a importância da disciplina dentro do esporte e fora e também na escola. Eles são bastante esforçados e muito dedicados”, disse Fagner.

Para ajudar o Karatê de Itacaré, é só entrar em contato com Fagner, através do celular (73) 99847 9761. Ou deixa na loja Gabriel Surf no centro de Itacaré.

13615089_527130364164092_2666211551779446306_n


O evento, realizado pelo Itacaré por Elas, em parceria com a South to South, se estendeu por todo o dia, reuniu dezenas de meninas da região e teve programação variada.

Aula de Yoga, treinamento funcional, atividades esportivas e recreativas, lanche e sorteios de brindes marcaram o domingo animado da mulherada. O encontro teve ainda a participação do Crowd Feminino (Ilhéus) – que levou uma van lotada – além de palestras sobre meio ambiente e sustentabilidade e da presença das meninas do Congo Project, de Salvador, que deram uma aula interativa sobre os processos de fabricação de pranchas, falaram sobre a inserção da mulher no mercado de shapers e destacaram a valorização feminina no surf.

Na análise de Camila Belfort, organizadora do evento, o encontro pode ser avaliado de forma muito positiva e foi elaborado com o objetivo de mostrar a importância e a força do surf feminino na região sul da Bahia. “Foi muito importante a participação de todas as meninas de Ilhéus, Salvador e Itacaré que compareceram e fortaleceram esse encontro. Fiquei muito feliz em ver essa união e em saber o quanto as meninas estão interessadas no crescimento do surf”, pontuou Camila, lamentando a falta de condições do mar para a realização da competição que estava prevista no cronograma.

Ainda segundo a organizadora, o encontro foi também uma excelente oportunidade para que as surfistas da região pudessem mostrar que o surf feminino tem vez e voz, merece respeito e tende a crescer de forma sólida e organizada. “O surf tem que ser encarado com um esporte que promove a união, independente do sexo dos praticantes. É um excelente instrumento para nos ajudar a vencer as barreiras da desigualdade cotidiana, mostrar o quanto podemos somar. Queremos contribuir com a construção de uma consciência ambiental e cidadã, destacar valores como a amizade, o companheirismo e o sentimento de coletividade”, analisou.

Para Hongos Araújo, presidente da Associação de Surf de Itacaré, também parceira no evento, “o encontro foi uma iniciativa fantástica”, principalmente por ter sido organizada por meninas da nova geração que mostram comprometimento com o espírito de união e com a verdadeira essência do surf. “Foi realmente fantástico. Mostra o quanto esse esporte merece visibilidade e apoio e que todos devem acreditar, apoiar e incentivar. O feeling do surf é esse alto astral, a harmonia, a união, o entendimento e o respeito ao próximo. Ações como esse encontro só ratificam a ideia do quanto o nosso esporte ainda tem a crescer e disseminar seus ideais de valores, de consciência e de atitudes, para a construção de uma sociedade mais igual, fraterna e mais justa. Estão todas de parabéns”, concluiu. Fonte: Surf 73.

Veja galeria com imagens desse dia:

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-1 (1)

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-1

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-2

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-5

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-6

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-13

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-16

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-19

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-20

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-22

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-23

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-27

1º-Encontro-Feminino-de-Surf-Itacaré-surf73-28