Foto: Elton Andrade

O Instituto Brasileiro de Geografia Estatísticas (IBGE) divulgou, nesta quinta-feira (27), a estimativa populacional referente aos 5.570 municípios brasileiros com data de referência de 1º de julho de 2020. Estima-se que o Brasil tenha tenha 211.755.692 milhões de habitantes, crescendo 0,77% em relação a 2019.

Salvador, onde há a maior concentração populacional na Bahia, a população em 2020 é de 2.886.698 habitantes. O segundo município mais populoso, Feira de Santana tem 619.609 habitantes. A terceira cidade com mais moradores no estado, Vitória da Conquista tem 341.128 habitantes. O quarto município é Itabuna com 213.685. O quinto município é Ilhéus com 159.923 habitantes.

De acordo com o levantamento, o município de Itacaré tem uma população estimada em 28.646 habitantes, um acréscimo de 350 habitantes em relação a 2019, quando a estimativa foi de 28.296 habitantes. Em municípios da microrregião, o IBGE estima  Maraú (com 20.617 habitantes); Camamu (com 35.382 habitantes); Uruçuca (com 20.413 habitantes); Ubaitaba (com 18.847 habitantes); Ilhéus (com 159.923 habitantes); Itabuna (com 213.685 habitantes); Ibirapitanga (com 23.404 habitantes). Veja tabela com outros municípios .

 


As cidades de Salvador, Porto Seguro e Itacaré são as mais concorridas e mais bem preparadas, com protocolos bem definidos, de acordo com a Associação Brasileira de Agências de Viagem do Estado da Bahia (ABAV-BA).


Com queda de 95% no faturamento em comparação com o mesmo período em 2019 e responsável por 3,7% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, o turismo é um dos setores mais afetados pela pandemia do novo Coronavírus. Neste momento em que o segmento inicia a retomada das atividades, a Bahia e Salvador são o Estado e a capital mais desejados pelos brasileiros para visitar depois da pandemia, segundo pesquisa divulgada semana passada pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SECULT). Enquanto isso, ainda que timidamente, os baianos começam a planejar viagens, tendo as cidades de Salvador, Porto Seguro e Itacaré como as mais concorridas e mais bem preparadas, com protocolos bem definidos, de acordo com a Associação Brasileira de Agências de Viagem do Estado da Bahia (ABAV-BA).

Até o seu alcance a patamares anteriores à crise sanitária mundial, o segmento deverá percorrer um caminho lento e gradual. Pesquisas apontam que, inicialmente, o retorno será focado no turismo regional, com viagens curtas. “No primeiro momento, as pessoas, em sua maioria, motivadas pela necessidade de começar a sair depois de um longo período em casa, para passear ou rever parentes e amigos, o meio de transporte preferencial será o carro próprio para viagens de até 500 km. Mas o turismo regional não sustenta nem agências, nem hotelaria e não gera demanda de voos. Precisamos também dos turistas nacional e internacional”, diz a presidente da ABAV-BA, Ângela Carvalho.

Nacional e internacional

A demanda pelo turismo nacional será uma etapa seguinte e só deverá se regularizar daqui a dois anos, na avaliação da representante da ABAV-BA. “A previsão otimista é a de que só voltaremos ao mesmo patamar de 2019 em 2022. E a circulação nacional se dará, principalmente, para os destinos que se mostram com a pandemia sob controle, cumprindo os protocolos, que estejam de acordo com as normas sanitárias e que ofereçam possibilidade de atividades ao ar livre. Por último é que teremos a volta do turismo internacional, porque, neste caso, dependemos não só da confiança do turista em enfrentar voos de longa distância, como também da abertura das fronteiras de muitos países que ainda se encontram fechadas”.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado da Bahia (ABIH-BA), Luciano Lopes, também considera que, neste primeiro momento, diante das restrições de deslocamento, a procura maior vai ser pelo mercado interno. “Mas, com a retomada das atividades, a tendência é ampliar o mercado nacional e, por fim, recuperar o internacional. O transporte aéreo é fundamental para a hotelaria e afeta diretamente o turismo. No primeiro semestre de 2020, comparado com o primeiro de 2019, houve uma redução de 42,42% no movimento de passageiros do aeroporto, segundo os dados da Vinci Airports. Analisando o período de abril a junho de 2020, a redução foi de 91,36%”.

Hotéis, pousadas, restaurantes, bares, agências de viagem e pontos turísticos estão na expectativa de que o “novo normal” ganhe força e se reverta em fluxo turístico. (A Tarde Online)


Segundo o Boletim Epidemiológico Coronavírus – Itacaré registrou 07 novos casos e chegou a 367 pacientes curados da Covid-19 e 41 casos ativos.

O novo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Itacaré, c nesta segunda-feira (24), confirmou mais 07 novos casos e 10 novas pessoas curadas da covid-19.O município chega a marca de 418 infectados pela doença. Dessa totalidade, 368 estão recuperados. O número de pacientes ativos segue controlado com 41, já o número de óbitos segue aumentou para 10. Além de 02 internados, e nenhum resultado de exame laboratorial em aguardo. Dos 863 casos notificados, 445 foram descartados.(Itacaré Urgente)

Confira abaixo o boletim divulgado ontem.

 


Prezados clientes,

Passaremos por novo processo intenso de desinfecção das nossas instalações e, por recomendação da secretária de saúde e vigilância sanitária, não funcionaremos neste sábado 22.08 e domingo 23.08

Voltaremos a funcionar normalmente na segunda feira, dia 24.08

Lembramos que todas as medidas de segurança serão intensificadas e a desinfecção normal continuará ocorrendo diariamente.

Atenciosamente, Center supermercado.


Destroço de um barco praticamente inteiro foram encontrados na praia da Concha, em Itacaré nesta sexta-feira (21).

Destroços de um barco possivelmente pesqueiro, foram encontrados por moradores na Praia da Concha em Itacaré, tudo indica que os fortes ventos e a ressaca no mar dos últimos dias tenham provocado o naufrágio da embarcação.

A polícia local e a Capitania dos Portos já foram acionados.

Nesta sexta-feira (21), a Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), emitiu um alerta, informando que a passagem de uma frente fria poderá provocar ventos de direção Sudoeste a Sudeste, com intensidade de até 75 km/h (40 nós), na faixa do litorânea entre os estados do Rio de Janeiro, ao Norte de Arraial do Cabo, do Espírito Santo e da Bahia, ao Sul de Caravelas, entre a manhã desta sexta-feira dia 21 de agosto e a noite deste sábado dia 22 de agosto.


Segundo o Boletim Epidemiológico Coronavírus – Itacaré  Itacaré registrou 08 novos casos e chegou a 348 pacientes curados da Covid-19 e 38 casos ativos.

O novo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Itacaré, c nesta quinta-feira (20), confirmou mais 08 novos casos e 05 novas pessoas curadas da covid-19.O município chega a marca de 395 infectados pela doença. Dessa totalidade, 348 estão recuperados. O número de pacientes ativos segue controlado com 38, já o número de óbitos segue em 09. Além de 02 internados, e 26 resultados de exame laboratorial em aguardo. Dos 836 casos notificados, 415 foram descartados.(Itacaré Urgente)


Moradores encontraram, na tarde da última quarta-feira (19), na Prainha, em Itacaré, uma cobra gigante. A Sucuri ficou por cerca de cinco minutos numa faixa de areia e foi a diversão de quem estava no local. Muita gente filmou o animal, que foi a sensação nas redes sociais nesta quinta-feira. De acordo com os moradores, a cobra sumiu pelo rio. Essa não é a primeira vez que um animal desse tipo aparece no local. Em 2014 uma Sucuri foi encontrada e devolvida por equipes de órgãos ambientais para Serra do Conduru.