Foi inaugurada nesta manhã a estrada que liga Itacaré/Taboquinhas, BA-654. O trecho de 19 quilômetros, foi entregue nesta sexta-feira (10) pelo governador Rui Costa totalmente pavimentado e devidamente sinalizado. As obras de recuperação da estrada contaram com investimento de R$ 18,7 milhões e vão beneficiar milhares de pessoas do município.

Segundo o governador, a restauração do trecho vai encurtar a distância dos turistas que vêm da BR-101 para as praias da região do sul da Bahia. “É uma obra muito importante que vai gerar emprego e renda. Vai ser excelente para o turismo. Todos querem conhecer as maravilhas da Bahia, mas uma estrada ruim afastava as pessoas. Agora, a gente vai perceber que mais pessoas vão visitar Itacaré e os municípios próximos. Isso vai refletir na hotelaria, nos restaurantes e bares. Vários segmentos vão ser potencializados”, afirmou Rui.

O governador Rui Costa também visitou o Colégio Estadual de Taboquinhas. A instituição, onde 278 estudantes estão matriculados, é o local em que é ministrado o Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos – Tempo Formativo III. Na oportunidade, Rui visitou as instalações e se reuniu com a comunidade escolar para ouvir os anseios de professores e alunos.

1436551102IMG_20150710_091412

Na oportunidade o distrito de Taboquinhas foi contemplado também com uma ambulância do SAMU 24hrs que atenderá toda localidade do entorno com uma equipe treinada e preparada.

FB_IMG_1436575452287

FB_IMG_1436575444903


Uma menina de cinco anos morreu após ser picada por um escorpião, na zona rural da cidade de Aurelino Leal. A direção técnica do Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, cidade que fica a cerca de 60 quilômetros de Aurelino Leal, para onde a criança foi levada, informou que a menina deu entrada na unidade às 19h de quarta-feira (1º). Segundo a direção do hospital, o encaminhamento para o Manoel Novaes ocorreu porque não havia soro escorpiônico em Aurelino Leal. Ainda de acordo com a direção do hospital de Itabuna, a mãe da criança informou que ela havia sido picada por volta das 16h. A criança foi assistida por uma equipe médica, que interveio com protocolo de assistência para acidente com envenenamento escorpiônico, mas o quadro de saúde acabou se agravando e ela veio a óbito na manhã da última quinta-feira (2). Não há informações sobre o sepultamento da criança. *Informações do G1.


A doença que começou em Camaçari, na região Metropolitana de Salvador, hoje já se espalhou por diversos municípios baianos. Com febre, dores de cabeça e manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, os sintomas de Zika, doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti – o mesmo da dengue e da chikungunya – já chegaram a 168 cidades e atingiram 24.834 pessoas no estado. O governo ainda trata a doença como “Doença Exantemática Indeterminada” (DEI). Logo atrás de Salvador, que apresenta 10.799 notificações, vem Camaçari, que conta 5 mil pessoas que apresentaram os sintomas. Em terceiro lugar vem Jequié, com 1.162 casos suspeitos e em quarto, Porto Seguro, no sul da Bahia, com 711 registros. O leste do estado é o local que notificou mais doentes, com 71% dos vitimados no estado. O sul vem em seguida, com 11% de notificações. Entre os indícios já ditos, há também dor nas articulações, dor nos músculos, cansaço físico e mental e hipersensibilidade nos olhos. Quem apresentar os sintomas deve procurar assistência médica, manter repouso e evitar a automedicação. *Informações do Bahia Noticias.


A Campanha de Vacinação contra a Gripe termina nesta sexta-feira (12) na Bahia. Até o momento, de acordo com números da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), foram imunizadas 2.047.557 pessoas, correspondendo a uma cobertura vacinal de 70,63%. Com esse resultado, a Bahia não atingiu a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde de vacinar 80% da população alvo, que é de aproximadamente 3,3 milhões de pessoas. Apenas 168 municípios baianos (40,28%) conseguiram atingir os números estabelecidos pela pasta. A campanha teve como público-alvo pessoas com idade a partir de 60 anos, trabalhadores de saúde, povos indígenas, crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. *Informações do Bahia Notícias.


A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) prorrogou mais uma vez a 17ª campanha de vacinação contra a gripe. De acordo com o órgão, o novo prazo para a imunização é o dia 12 de junho. Em Salvador, a campanha já havia sido prorrogada para a mesma data. Até quarta-feira (3), segundo divulgou a Sesab, apenas 60 dos 417 municípios baianos atingiram a meta prevista, que é de vacinar 80% da população alvo, composta por 3,3 milhões de pessoas. A cobertura vacinal na Bahia está em 61,15%. Devem ser vacinados os indivíduos com 60 anos ou mais de idade, os trabalhadores de saúde, os povos indígenas, as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.


De acordo com os dados da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o número de pacientes suspeitos de ter zika vírus (zikav) aumentou 200% em maio. Com base nas entradas dos pacientes em postos de saúde, a SMS registrou de 12 a 30 de abril, 1.350 pessoas com sintomas da doença, transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. O mesmo mosquito que provoca a dengue e a febre chikungunya. Apenas nas três primeiras semanas de maio, foram mais de 4.050 suspeitas. O número pode ser até maior, pois não há estimativa sobre a quantidade de pacientes atendidos com sintomas da doença em hospitais do estado e do município. Até o momento, foram confirmadas apenas oito ocorrências da doença pelo Ministério da Saúde.Com sintomas de pequenas manchas vermelhas pelo corpo, febre, dores nas articulações e mal-estar, as demais pessoas foram diagnosticadas com doença indeterminada. Conforme o Ministério da Saúde (MS), as amostras de sangue coletadas no estado estão sendo aguardadas. Elas foram enviadas para o laboratório do Instituto Evandro Chagas, em Belém (PA), única instituição do país credenciada pelo MS para analisar as amostras de casos suspeitos de zika vírus e chikungunya. (Metro1)


De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia, Itabuna é o segundo município baiano em quantidade de notificações de Aids neste ano, precedido apenas da capital, Salvador. Entre primeiro de janeiro e esta quarta (20), 104 pessoas foram diagnosticadas com o vírus. Além de Itabuna, no sul da Bahia novos casos de Aids foram detectados em Ilhéus, Buerarema, Camacan, Itororó, Pau Brasil e Una. As informações são do site Giro em Ipiaú. Salvador, que responde pelo maior número de casos, registra 431 pessoas infectadas. Depois de Salvador e Itabuna, aparecem Porto Seguro, Itamaraju, Santo Antônio de Jesus e Juazeiro, que juntos já notificaram 150 novos casos confirmados de Aids. No estado já são 871 ocorrências. A Aids já matou 42 pessoas na Bahia neste ano, sendo 16 em Salvador. No sul da Bahia, duas pessoas contaminadas pelos vírus, uma de Ilhéus e outra de Una, morreram em 2015. (BN)