Após meses do fechamento da Península de Maraú para o turismo por causa da pandemia do coronavírus, a prefeitura de Maraú anunciou a reabertura de forma gradual, para visitantes, a partir de hoje, 1º de setembro. O município, do qual fazem parte Taipu de Fora e Barra Grande, irá exigir dos visitantes a realização de teste para a Covid-19 com, no máximo, 72h de antecedência para a viagem.

A medida foi publicada em decreto da Prefeitura de Maraú no último dia 21 (sexta-feira). Este não é o primeiro destino do Brasil a fazer a exigência. Lençóis, principal base de hospedagem da Chapada Diamantina, também divulgou a exigência de teste para a Covid-19 entre as medidas adotadas na retomada das viagens.

Além da obrigatoriedade de teste para a Covid-19 (que pode ser o PCR ou Sorologia IGG/IGM), Maraú adotou outras medidas para a retomada segura do turismo na região, entre elas a medição de temperatura de funcionários, clientes e hóspedes; distanciamento social; redução de capacidade de meios de hospedagem e transporte turístico em 60%; e a distribuição de uma identificação aos turistas com entrada autorizada, que poderá ser solicitada a qualquer momento, pelos agentes da fiscalização ou pelos responsáveis pelo estabelecimento onde esteja o visitante.

Maraú criou ainda o selo “Turismo Seguro – Maraú fez bem”, que será dado aos estabelecimentos comerciais e meios de hospedagem que cumprirem os protocolos de segurança determinados pela prefeitura e vigilância sanitária.

Península de Maraú, um dos melhores destinos entre as praias da Bahia, conta com piscinas naturais, intensos coqueirais, longas praias desertas e um pôr do sol de emocionar. Tudo regado ao maravilhoso tempero do dendê baiano. A Península de Maraú, localizada 270 km ao sul de Salvador e 66 km de Itacaré, é um daqueles paraísos ainda pouco conhecidos entre os brasileiros. E, neste caso, o difícil acesso é uma das explicações para que a Península de Maraú ainda se mantenha tão tranquila.

Vista de Barra Grande, na Península de Maraú | Foto: Barra Grande 24 Horas

Chegar a Barra Grande, Taipu de Fora e outras praias da Península de Maraú não é tarefa simples e exige alguns quilômetros de estrada de terra ou um trajeto – de lancha ou barco – via Baía de Camamu. Acredite, ultrapassado o desafio da chegada, você encontrará algumas das melhores praias do Brasil! (Melhores Destinos)

Fonte: Barra Grande24h.


A Prefeitura de Maraú, por meio de Secretaria de Turismo e Lazer, prepara a retomada do turismo na península a partir do dia 1 de setembro. A entrada de visitantes na cidade está suspensa desde o início da pandemia, mas a administração municipal agora planeja a permissão de turistas no município seguindo todos os protocolos municipais e federais.

Praia de Barra Grande | Foto: Didi Guia de Maraú

De acordo com a Secretária de Turismo, Nilza Vicente, as empresas da cidade, além das medidas de prevenção ao novo coronavírus, precisaram fazer a adesão, também, do selo do seguro turismo.

“Fizemos todo planejamento desde o início do mês de junho, fomos nas rádios e explicamos para a população a nossa intenção de retomada do turismo de forma segura para todos. Daremos início às operações turísticas na península de Maraú com toda a preparação indicada pelo Ministério do Turismo. Por isso, fizemos o Selo turismo seguro para que todas as empresas que forem abrir no dia 1 de setembro possam realizar a adesão ao selo turismo responsável”, explicou a secretária.

Praia dos Arandis | Foto: Didi Guia de Maraú

O selo faz parte de um programa do Ministério do Turismo que estabelece boas práticas de higienização para cada segmento do setor. O selo é um incentivo para que os consumidores se sintam seguros ao viajar e frequentar locais que cumpram protocolos específicos para a prevenção da Covid-19.

Praia de Algodões | Foto: Didi Guia de Maraú

No primeiro mês, seguindo orientações da Secretaria de Saúde de Maraú, os turistas terão que apresentar o teste negativo para COVID-19 nas barreiras sanitárias instalada na entrada da península, no povoado do Caubi e no píer de Barra Grande. O turista deverá apresentar exame laboratorial RT-PCR ou Sorologia IGG E IGM para entrar no município até 72hs após o resultado. Um decreto deve ser públicado nos próximos dias com os detalhes.(Barra Grande24h)


Hotelaria pede apoio governamental urgente para garantir sobrevivência.

A rede hoteleira de Salvador apresentou, em março de 2020, a taxa de ocupação mais baixa da história, em decorrência da pandemia do coronavírus (Covid-19). Os dados evidenciam que até o dia 15 do mês a ocupação estava em ritmo normal. Posteriormente caiu e na última semana chegou a 4%.

Segundo dados oficiais da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia (ABIH-BA), de 1º a 07 de março a taxa estava em 59%; na semana seguinte (8 a 15/03), subiu para 60%; na terceira semana (16 a 23/03), caiu para 27%; e de 24 a 31/03, fechou em 4%. Comparando o mês de março de 2019 (66%), com 2020 (37%), houve uma queda 30%.

“O setor hoteleiro na Bahia, em todas as 13 zonas turísticas, já interrompeu praticamente todas as atividades. Cerca de 80% dos hotéis fecharam”. Com esta afirmação, o presidente da ABIH-BA, Luciano Lopes, reforça que tem buscado intensamente o apoio dos Governos Federal, Estadual e Municipais, de bancos de desenvolvimento e privados, além do apoio institucional das mais diversas esferas para garantir a sobrevivência econômica do segmento.

O mercado hoteleiro não suportará se não tiver um suporte do governo. “Precisamos de solução urgente, pois a hotelaria é um setor fundamental para a economia. Temos que evitar a demissão de milhares de pessoas nos próximos dias, caso não tenhamos apoios governamentais suficientes para o setor”.

“É extremamente importante haver uma flexibilização dos sindicatos nas negociações, considerando que a finalidade é evitar as rescisões de contrato de trabalho para que o empregado fique seguro de que, passada a crise, voltará a ter seu emprego”, enfatiza o presidente da entidade.

Em Salvador, as reservas dos hotéis foram reduzidas a praticamente zero, além do cancelamento total de eventos, o que evidencia que a crise já comprometeu o ano de 2020. Apesar da campanha “Não cancele, remarque”, as desistências são inevitáveis e estão afetando todas as zonas turísticas do Estado.

A ABIH-BA está empenhada em evitar uma degradação do setor ainda maior do segmento e lutará constantemente para manutenção dos empregos e sustentabilidade dos negócios.


A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Turismo, realizou nesta quarta-feira (18) a a eleição e posse dos novos membros do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) para o Biênio 2020/2022. Passam a compor o Conselho representantes do setor público e da iniciativa privada que estarão discutindo e propondo importantes ações para o fortalecimento e o desenvolvimento do turismo de Itacaré.

Criado através da Lei Nº 298, de 31 de julho de 2017, o Contur tem por objetivo principal formular e implementar a Política Municipal de Turismo, visando criar condições para o aperfeiçoamento e o desenvolvimento, em bases sustentáveis, da atividade turística no município de Itacaré de forma a garantir o bem-estar de seus habitantes e turistas e o resguardo do patrimônio natural e cultural da região.

Também compete ao Conselho formular em conjunto com a Secretaria Municipal de Turismo e aprovar o Plano Municipal de Turismo do Município, além de sugerir regras e padrões para o exercício regular das atividades e empreendimentos turísticos no município, respeitando as normas do Ministério do Turismo e do órgão federal competente, de forma a garantir a proteção e conservação do patrimônio natural, cultural, histórico e arquitetônico, o desenvolvimento socioeconômico do município.

De acordo com a legislação, é ainda papel do Comtur dentre várias outras atribuições e ações, acompanhar a elaboração do Inventário da Oferta turística de que trata a Lei de Política Municipal de Turismo, aprovar o Inventário da Oferta Turística municipal, e opinar, previamente à aprovação pela Câmara de Vereadores, sobre quaisquer alterações no Plano Diretor Municipal que possam afetar a atividade turística no município.

Confira a relação dos novos membros eleitos, representando o Setor Privado e a Sociedade Civil Organizada com seus respectivos titulares e suplentes:

SETOR PRIVADO

1. ASSOCIAÇÃO ITACAREENSE DAS AGÊNCIAS DE TURISMO – ASSIATUR
Titular: Arnaldo Faustino dos Santos
Suplente: Carla Caio Mussolin

2. SINDICATO PATRONAL DE HOSPEDAGEM E ALIMENTAÇÃO – SPHA
Titular: Liane dos Reis
Suplente: Jocelio de Carvalho

3. ASSOCIAÇÃO DOS CABANEIROS DAS PRAIAS DE ITACARÉ – ACPI
Titular: Cristina Borges de Souza Carvalho
Suplente: Vitor Augusto Rollin

4. ASSOCIAÇÃO DOS CONDUTORES DE VISITANTES DE ITACARÉ – ACVI
Titular: Adriano da Conceição Lima
Suplente: Erasmo Carlos dos Santos Cruz

SOCIEDADE CIVIL

1. CONSELHO COMUNITÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DE ITACARÉ – CCSPI
Titular: Alberto Ribeiro da Silva Pereira
Suplente: Lorena de Souza Costa

2. ASSOCIAÇÃO RECICLA ITACARÉ
Titular: Virginia Pinheiro de Góes Carraça
Suplente: Rafael Kulb

3. LOJA MAÇÔNICA ECOLOGIA FRATERNIDADE ITACAREENSE
Titular: Luiz Paulo Herculian
Suplente: Flavio Oliveira Lima

4. ASSOCIAÇÃO DE SURF DE ITACARÉ – ASI
Titular: Luciano Marcelo Mato Grosso Barros
Suplente: Miguel Almeida dos Reis


O maior evento turístico de Minas Gerais contará com a presença de Itacaré. O Salão do Turismo da ABAV-MG está na sua 14ª edição e será realizado no dia 13 de março de 2020, das 9 às 19 horas, no Dayrell Hotel & Centro de Convenções, localizado na capital mineira e promete bater recordes de visitantes este ano. O Salão do Turismo da ABAV-MG é considerado o mais importante acontecimento do setor em Minas Gerais e reúne profissionais especializados em turismo dentro e fora do Brasil, entre eles, agentes de viagens, empresários e jornalistas.

Para o prefeito António de Anízio, a presença de Itacaré no Salão de Turismo de Minas Gerais fortalece o posicionamento do município no mercado mineiro. “O turista mineiro tem escolhido cada vez mais Itacaré para passar as suas férias de fim de ano e o verão, por isso que estamos aumentando a promoção turística de Itacaré em Belo Horizonte, Minas Gerais, por que queremos os mineiros aqui durante todo o ano curtindo também o nosso calendário de eventos” disse o prefeito.

Os expositores já confirmados são: Abreu, Adm Travel, Affinity, AP Turismo, Bauer, Beds Online, Bourbon Hotéis & Resorts, Braúna Operadora, Club Med, Dayrell Hotel, Decálogo, Di Roma, Divisa Turismo, E-htl, Enjoy, Flytour, Foz do Iguaçu, Frontur, FRT Operadora, Fun Vistos, Fundação de Turismo Angra dos Reis, GD Representações, Horus, Independência Trade, Litoral Verde, Mundi Travel, Mundial Vistos, Navegue Angra, Pousada do Ipê, Privé, Rio Quente, Royalty, RCA operadora, São José Viagens, Tour Code, Viagens Master e Visual Turismo.

“Estaremos apresentando no maior evento turístico de Minas Gerais a nossa folheteria “30 Experiências para viver Itacaré intensamente” e o “calendário de eventos 2020”, mostrando para os mineiros por que Itacaré é um Destino Completo, disse o secretário Municipal de Turismo, Júlio Oliveira.


Com o aquecimento da economia, a procura por destinos baianos, tem sido tornado prioridade  por famílias da região. A segurança, a belezas naturais são alguns itens que são levados em conta na hora definir o destino da viagem.

Turistas do mundo inteiro procuram um destino para passar suas férias, principalmente no início do ano.  O Santuário Ecológico do Rio Piracanga localizado entre os municípios de Itacaré e Maraú  com suas matas virgens, restingas, manguezais e praias   desertas, tem sido visitado por eco-turistas de todo Brasil.

A pedagoga   aposentada,  Maria Margarete  Barreto Costa , que lecionou muitos anos  no colégio da Polícia Militar em Itabuna, assim como muitos, tem uma paixão forte pela região. Ela afirma que é necessário conhecer os atrativos culturais da localidade para se preparar adequadamente para a viagem, “viajo com minha família, e sempre desbravamos beleza naturais próximas a nós. “

No feriado prolongado de novembro , O comerciante de Ubaitaba, “Carlinhos da Melancia”, como é chamado pelos mais próximos, foi conhecer o Santuário do Rio Piracanga, e ele destaca o que o encantou na fazenda Rebecca, “sem dúvidas, as praias, o manguezal e o rio  Piracanga é um dos melhores locais, visto ”.  Depois de ter passado por localizações litorâneas, como, Itacaré, Carlinhos  lembra que por ser um poço de beleza natural, o Santuário  precisa ser mais conhecido. (jornaltribunadaregiao.com.br)


A Secretaria do Turismo da Bahia (Setur) divulga atrativos turísticos do estado nesta sexta-feira (2) e sábado (3), na Feira AVIRRP, realizada no Centro de Eventos Taiwan Ribeirão Preto, em São Paulo. Criado pela Associação das Agências de Viagem de Ribeirão Preto e Região, o evento reúne agentes e operadores no interior de São Paulo – um dos principais mercados emissores de visitantes nacionais para a Bahia.

Com estande próprio, de 18 metros quadrados, a Bahia divulga belezas naturais, história e cultura do estado, dividido em 13 zonas turísticas de potencial diversificado, como sol e praia, turismo religioso e de aventura, enoturismo e outros segmentos. Empresários baianos também têm a possibilidade de ofertar e negociar seus serviços. Dentre as empresas participantes estão o Itacaré Eco Resort; grupo AR (hotéis e receptivo), de Porto Seguro; Amado Turismo Receptivo, de Ilhéus; e o Intercity Hotel Salvador.

A programação contempla feira de negócios, apresentação de novidades de grandes operadoras e promoção de destinos turísticos. O público estimado para os dois dias da feira é de 5 mil participantes. Fonte: Ascom/Setur