Itacaré tem dois Igor (s) na disputa do Baiano Pro.

Igor Farias (23 anos) e Igor Araújo (20), estão de malas prontas para a disputa da segunda etapa do Circuito Baiano, o Tablas Surf Pro, que acontece entre os dias 5 e 7 de agosto, na capital. E vão na disposição, “no peito e na raça”, como eles mesmos dizem, ou seja, sem patrocínio e nem apoio nenhum.

Exímios talentos, os dois amigos itacareenses têm um surf solto, dinâmico, atual e possuem um vasto repertório de manobras. Além disso, treinam juntos e vão disputar a mesma categoria – a Profissional – junto com nomes de peso do cenário baiano e nacional. “Não fomos na primeira etapa, por problemas financeiros. Perdemos o prazo de inscrição. Mas agora vamos dar o nosso melhor para conseguir pontuar no ranking e entrar no jogo pelo título estadual deste ano”, destacam.

Igor-Araújo-Itacaré-surf73-Mário-Veloso-17

O primeiro dos Igors, o Farias, tem base regular e desenvolve com facilidade e força dois estilos de surf: o de linha e o power. Tem nas rasgadas de frontside para a direita uma das suas marcas registradas. Joga sempre muita água pra cima, frequentemente forma o chamado “arco perfeito”, o que geralmente encanta os juízes das competições. Mas também tem os aéreos no pé, pros dois lados.

Já o outro Igor, o Araújo, tem base goofy, é dono de um backside poderosíssimo nas direitas, com batidas muito potentes e que impressionam pela verticalidade e rapidez. Mas quando pega pra esquerda, de front, qualquer meio metrinho vira rampa fácil para jogar seus reverses clássicos e progressivos.

Igor Farias iniciou no surf aos 6 anos de idade, influenciado pelo irmão mais velho, que competia. Tomou gosto pelo esporte e aos 9 anos despontou no mundo das competições, tendo participação, inclusive, em eventos em outros estados e em uma etapa do QS 6000 em Itacaré. “Não competi mais por falta de condição. Nunca tive um patrocínio, mas estou buscando meus objetivos. Não conheço o Barravento (local da competição) por isso irei uns dias antes da disputa, para me adaptar ao estilo de ondas de lá”, observou.

Já Igor Araújo começou a surfar com 10 anos de idade. Também buscou inspiração na família. É sobrinho de “Toquinho”, um dos grandes nomes do surf profissional baiano nos anos 80 e 90. Tem um bom currículo de competições e títulos – a maioria regional – porém, nunca saiu da Bahia para participar de eventos de surf, também por falta de apoio. “Sempre, quando dá, a gente vai. Mas vai na vontade mesmo, com garra. E dessa vez não vai ser diferente. Estamos treinando forte para conseguir um bom resultado e pode esperar que vamos dar o nosso melhor”, pontua.

A segunda etapa do Baiano Pro será a primeira competição do ano para a dupla. E se os quesitos dedicação, determinação e força de vontade fossem critérios de avaliação, certamente esses dois já teriam vários pontos à frente dos seus adversários. Fonte: Surf 73 – O maior Portal de Surf do Sul da Bahia.

Veja as galerias abaixo e viaje nas imagens dos treinos dos caras.

IGOR FARIAS

Igor-Farias-Itacaré-surf73-Mário-Veloso-26
Igor-Farias-Itacaré-surf73-Mário-Veloso-22
Igor-Farias-Itacaré-surf73-Mário-Veloso-24
IGOR ARAÚJO
Igor-Araújo-Itacaré-surf73-Mário-Veloso-12
Igor-Araújo-Itacaré-surf73-Mário-Veloso-24
Igor-Araujo-Itacaré-surf73-Mário-Veloso-25
Igor-Araújo-Itacaré-surf73-Mário-Veloso-8
Igor-Araújo-Itacaré-surf73-Mário-Veloso-9

Comentários

Os comentários estão fechados.