Yagê Araujo faz bonito no quarto dia de disputas do Mahalo Surf Eco Festival em Itacaré

O dia amanheceu com chuva, em Itacaré, mas logo o sol apareceu para o público encher a Praia da Tiririca para assistir mais um dia de disputas decisivas Mahalo Surf Eco Festival em Itacaré, na briga pelas últimas vagas no ranking do World Qualifying Series. A batalha começou desde a primeira bateria, iniciada as 9h00 até a última do dia, encerrada as 17h com a classificação de dois concorrentes, os australianos Ryan Callinan e Soli Bailey.

Tomas Hermes segue na briga pelo título do Mahalo Surf Eco Festival. Foto Daniel Smorigo/WSL
Tomas Hermes segue na briga pelo título do Mahalo Surf Eco Festival. Foto Daniel Smorigo/WSL

Cinco brasileiros continuam na briga do Mahalo Surf Eco Festival após mais uma dia do evento com status 6000 nesta sexta-feira, em Itacaré. Os baianos Bruno Galini e o itacareense Yagê Araujo, os catarinenses Tomas Hermes e Yago Dora e o paulista David do Carmo se classificaram para o sábado que deverá apontar os semifinalistas do evento.

A sexta-feira já não começou bem para os brasileiros que estavam mais próximos da zona de classificação para o WCT. Ele foram eliminados nos primeiros confrontos do dia. A primeira baixa foi o cearense Michael Rodrigues, barrado pelo australiano Cooper Chapman e o indonesiano Oney Anwar. Na segunda bateria, o baiano Bino Lopes perdeu para o catarinense Yago Dora a briga pela segunda vaga na disputa vencida por outro australiano, Connor O´Leary.

Na seguinte, o campeão do QS 6000 de Florianópolis (SC), Deivid Silva, também ficou em terceiro contra o australiano Michael Wright e o americano Noah Schweizer. E o defensor do título do Mahalo Surf Eco Festival, Alex Ribeiro foi batido pelo também paulista Renato Galvão e o baiano Yagê Araujo na bateria que fechou a segunda fase.

Yago Dora. Foto Daniel Smorigo/WSL

Yago Dora. Foto Daniel Smorigo/WSL

Depois a chuva parou e o baiano Bruno Galini venceu a disputa pelas duas primeiras vagas para a rodada classificatória para as oitavas de final, ao superar três estrangeiros surfando boas ondas que valeram notas 8,50 e 7,57 para totalizar 16,07 pontos, contra o australiano Soli Bailey, o português Nic Von Rupp e o americano Tanner Gudauskas.

yage_araujo_itacare_01

 

OITAVAS DE FINAL

Depois, Bruno Galini voltou ao mar para disputar as duas primeiras vagas para as oitavas de final e garantiu a Bahia e o Brasil entre os 16 finalistas em Itacaré, superando o paulista Thiago Camarão no penúltimo confronto do dia, vencido pelo havaiano Kiron Jabour vencendo. No último, o australiano Ryan Callinan, que defende vaga no G-10 do World Qualifying Series, ganhou a bateria e o seu compatriota Soli Bailey seguiu com chances de entrar na zona de classificação para o WCT nesta etapa da Bahia, ao superar o francês Andy Criere. Callinan será o adversário de Bruno Galini na segunda oitava de final e Bailey está na primeira com o havaiano Kiron Jabour.

Quando a sexta-feira começou, 13 surfistas tinham chances matemáticas de ultrapassar o francês Maxime Huscenot, que fecha a lista do G-10 para completar a elite dos top da World Surf League. Sete deles perderam, inclusive os quatro brasileiros que estavam na briga, o cearense Michael Rodrigues, o baiano Bino Lopes e o paulista Deivid Silva, caíram nos primeiros confrontos do dia, ainda pela segunda fase da competição. A última esperança ficou então para outro paulista, Jessé Mendes, que acabou em último na sua bateria da terceira fase, vencida pelo sul-africano Beyrick De Vries com o australiano Wade Carmichael passando em segundo.

Bruno Galini. Foto Daniel Smorigo/WSL

RESULTADOS DO MAHALO SURF ECO FESTIVAL:
Quarta fase (1º e 2º=Oitavas de Final/3º=17º lugar e 1.050 pontos e US$ 2.000 de prêmio:
1ª: 1-Kiron Jabour (HAV)=13.17, 2-Bruno Galini (BRA)=11.50, 3-Thiago Camarão (BRA)=8.17
2ª: 1-Ryan Callinan (AUS)=13.40, 2-Soli Bailey (AUS)=10.37, 3-Andy Criere (FRA)=9.50

Baterias que vão abrir o sábado:
3ª: Santiago Muniz (ARG), Ramzi Boukhiam (MAR), Mihimana Braye (TAH)
4ª: Kanoa Igarashi (EUA), Evan Geiselman (EUA), Davey Cathels (AUS)
5ª: Noe Mar McGonagle (CRI), Medi Veminardi (REU), Marco Giorgi (URY)
6ª: Dion Atkinson (AUS), Tomas Hermes (BRA), David do Carmo (BRA)
7ª: Connor O´Leary (AUS), Beyrick De Vries (AFR), Yago Dora (BRA)
8ª: Wade Carmichael (AUS), Michael Wright (AUS), Yagê Araujo (BRA)

TERCEIRA FASE – (3º=25 lugar, US$ 1.300 e 700 pts/4º=37º lugar, $ 1.200 e 650 pts):
1ª: 1-Bruno Galini (BRA), 2-Soli Bailey (AUS), 3-Nic Von Rupp (PRT), 4-Tanner Gudauskas (EUA)
2ª: 1-Kiron Jabour (HAV), 2-Ryan Callinan (AUS), 3-Hiroto Arai (JPN), 4-Ezekiel Lau (HAV)
3ª: 1-Andy Criere (FRA), 2-Thiago Camarão (BRA), 3-Ian Gouveia (BRA), 4-Leandro Usuna (ARG)
4ª: 1-Mihimana Braye (TAH), 2-Davey Cathels (AUS), 3-Michael February (AFR), 4-Matheus Navarro (BRA)
5ª: 1-Santiago Muniz (ARG), 2-Kanoa Igarashi (EUA), 3-Derek Peters (EUA), 4-Jadson André (BRA)

6ª: 1-Evan Geiselman (EUA), 2-Ramzi Boukhiam (MAR), 3-Granger Larsen (HAV), 4-Nomme Mignot (FRA)
7ª: 1-Noe Mar McGonagle (CRI), 2-David do Carmo (BRA), 3-Ricardo Christie (NZL), 4-Lucas Silveira (BRA)
8ª: 1-Medi Veminardi (REU), 2-Dion Atkinson (AUS), 3-Robson Santos (BRA), 4-Joan Duru (FRA)
9ª: 1-Tomas Hermes (BRA), 2-Marco Giorgi (URY), 3-Rafael Teixeira (BRA), 4-Leonardo Fioravanti (ITA)
10: 1-Beyrick de Vries (AFR), 2-Wade Carmichael (AUS), 3-Jessé Mendes (BRA), 4-Marco Fernandez (BRA)
11: 1-Connor O´Leary (AUS), 2-Yagê Araujo (BRA), 3-Noah Schweizer (EUA), 4-Cooper Chapman (AUS)
12: 1-Michael Wright (AUS), 2-Yago Dora (BRA), 3-Oney Anwar (IDN), 4-Renato Galvão (BRA)

SEGUNDA FASE (3º=49º lugar, 400 pontos e US$ 550/4º=73º lugar, US$ 450 e 370 pts):
Baterias que abriram a sexta-feira:
21: 1-Cooper Chapman (AUS), 2-Oney Anwar (IDN), 3-Ian Crane (EUA), 4-Michael Rodrigues (BRA)
22: 1-Connor O´Leary (AUS), 2-Yago Dora (BRA), 3-Bino Lopes (BRA), 4-Ian Gentil (HAV)
23: 1-Michael Wright (AUS), 2-Caetano Vargas (BRA), 3-Deivid Silva (BRA), 4-Brent Dorrington (AUS)
24: 1-Renato Galvão (BRA), 2-Yagê Araujo (BRA), 3-Alex Ribeiro (BRA), 4-Weslley Dantas (BRA)

Fonte: Noticias do Mar/Com informações João Carvalho – WSL South America Media Officer


Comentários

Os comentários estão fechados.